MPRJ vai pedir bloqueio de bens de Dr. Jairinho e Monique Medeiros

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) informou nesta quarta-feira (2) que vai pedir o bloqueio de bens do vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho (sem partido) e da namorada Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, que morreu no dia 8 de março com 23 lesões corporais, segundo o Instituto Médico-Legal (IML). 

O pedido emitido pelo promotor Fábio Vieira tem como objetivo evitar que as famílias dos denunciados vendam todo o património do casal, impossibilitando o pagamento da indenização para o pai de Henry, Leniel Borel. O valor do ressarcimento na esfera criminal será de, no mínimo, R$ 1,5 milhão.

De acordo com o promotor do caso, a reparação do dano, no âmbito criminal, não exclui a possibilidade de uma indenização na esfera Cível. Desse modo, Leniel pode receber um valor ainda maior. 

Dr. Jairinho e Monique Medeiros foram indiciados pela polícia por homicídio duplamente qualificado e estão presos desde o dia 8 de abril. O deputado possui três indiciamento por torturar crianças, todos filhos de suas, então, namoradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: