Motorista que atropelou Kayky Brito arrecada mais de R$ 130 mil após pedido de ajuda

Sem conseguir trabalhar desde que atropelou acidentalmente o ator Kayky Brito, o motorista de aplicativo Diones Coelho da Silva, de 41 anos, arrecadou, em poucas horas, mais de R$ 130 mil na vaquinha online que abriu. No início da manhã desta quinta-feira (7), Diones publicou um vídeo nas redes sociais pedindo ajuda para custear o conserto do carro, principal fonte de renda da família.

Vaquinha online criada por motorista que atropelou o ator Kayky Brito arrecada mais de R$ 100 mil  - Divulgação

Vaquinha online criada por motorista que atropelou o ator Kayky Brito arrecada mais de R$ 100 milDivulgação
A meta estipulada inicialmente na campanha era de R$ 30 mil, mas com a repercussão do vídeo o valor arrecadado foi muito mais do que o esperado. Até o momento, mais de 4,3 mil pessoas se mobilizaram para ajudá-lo. Segundo o motorista, o dinheiro vai cobrir o prejuízo do carro Fiat Cronos 2023, que está orçado em R$ 10 mil, além de pagar a franquia do seguro, a prestação do carro, a mensalidade do seguro e as despesas com os dois filhos pequenos até que o veículo fique pronto.
Além de arrecadar dinheiro, Diones também ganhou muitos seguidores desde a publicação do pronunciamento. O perfil dele, até a publicação desta reportagem, tem 88 mil seguidores. Antes do vídeo, tinha menos de 1.000 pessoas. Diones ainda não se pronunciou sobre a repercussão e o destino do restante do valor adquirido na vaquinha online.
O motorista, que estava banido do APP 99 por causa das investigações, também recuperou o acesso à plataforma nesta quinta-feira (7). Em nota, a 99 explicou o motivo do bloqueio: “A 99 informa que o motorista Diones Coelho da Silva teve o seu perfil desbloqueado na manhã desta quinta-feira (7). Ele havia recebido um bloqueio temporário por causa das investigações do acidente em que está envolvido”.
Investigação 
Segundo as investigações da 16ª DP (Barra da Tijuca), responsável pelas investigações, Diones estava transportando uma passageira e a filha dela quando o acidente aconteceu. De acordo com o exame de alcoolemia, o motorista não havia consumido bebidas alcóolicas. Ele foi autuado por lesão corporal culposa.
Na segunda-feira (4), a passageira que estava a bordo do carro de aplicativo que atropelou o ator Kayky Brito prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), na Zona Oeste. A dentista Maria Estela Lima afirmou que o motorista Diones Coelho da Silva não estava excedendo o limite de velocidade.
Na quarta-feira (6), um garçom do quiosque onde estava Kayky e o apresentador Bruno de Luca, que acompanhava o amigo no dia do acidente, foram ouvidos. Edivam Martins, garçom do quiosque Dona Maria, na Barra da Tijuca, afirmou ao delegado Angelo José Lages Machado, responsável pela investigação, que os amigos não estavam embriagados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *