Moradores reclamam da falta de iluminação pública no Laranjal, em São Gonçalo

Acuados, reféns da escuridão e dos perigo da noite. Sem acesso a iluminação pública moradores de São Gonçalo, se vêem presos em suas casas quando o sol se põem. Além da falta de segurança, a população ainda sofre com a total negligência do poder público no cuidado com as lâmpadas espalhadas pelos postes em diversos logradouros.

Este fato pode ser exemplificado no bairro do Laranjal, no qual, segundo a associação de moradores, existem mais de 80 postes sem iluminação espalhados pela região. Em uma carta direcionada ao gabinete do prefeito José Luiz Nanci, os moradores citam as vias: Avenida Júlio Lima, Aristides Lima, Constância Alves, Almirante Jaceguai, Imbitiba, Cardeal Sebastião Leme, Basílio Gama, Uruassu, Garcia Redondo, Uruana, Regina Coelho e Cardeal Arco Verde, como as que carecem de reparo na iluminação. Apesar do documento ter sido enviado diretamente a Nanci, este não teve nenhuma atitude ou resposta diante do fato, que perdura há 3 anos sem solução.

Este não teria sido o primeiro protocolo enviado pela associação de moradores do bairro, que  foi ouvida uma única vez pelo poder público, contudo, sem obter sucesso na resolução do problema de iluminação das ruas.Foto de uma das ruas sem iluminação pública alguma

O comerciante Sandro Figueredo, de 43 anos, morador do Laranjal desde seu nascimento, reside na Rua Almirante Jaceguai e conta que pesar de existirem dois postes com lâmpadas queimadas em sua rua, o valor da iluminação pública continua a ser cobrado em sua conta de luz.

“O que acontece na iluminação pública aqui é que você só consegue ter acesso ao serviço se você tiver um padrinho político. Ela está sendo usada como vantagem política. Mesmo sem iluminação pública a taxa de iluminação pública vem sendo cobrada “, contou o comerciante.

Mostrando a insegurança causada pela escuridão das ruas, Sandro também revela o medo gerado pelo ambiente escuro. “A entrada da minha casa é um breu, não enxergo nada. É propício a tudo”, apontou Sandro.

Questionada  a Prefeitura de São Gonçalo ainda não respondeu. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito