Moradores da Região Oceânica de Niterói reclamam de construção de posto em área de preservação

Resultado de imagem para Itacoatiara, na região Oceânica de Niterói,

Moradores de Itacoatiara, na região Oceânica de Niterói, denunciam que a prefeitura está construindo um posto de salvamento no meio de uma área de preservação permanente.

A Praia de Itacoatiara é conhecida pela beleza e pela força do mar e, em função disso, o posto salva-vidas era tão esperado por moradores e banhistas. Só que o local escolhido para construção provocou surpresa e revolta.

“É uma área de restinga, preservada por lei municipal, estadual e federal e todo mundo sabe disso. Ou seja, isso aqui é uma impropriedade”, afirmou o aposentado Paulo Faria.

O posto foi erguido bem junto às dunas, local que os moradores afirmam que é uma área de preservação permanente. Nos últimos anos, a área recebeu até um projeto pra revitalizar a vegetação.

A obra já está bem adiantada, mas ainda dá pra ver muito material de construção como tijolos, cimento e pedras por cima da restinga.

O que mais impressionou os moradores é que a obra do posto salva-vidas é da própria Prefeitura de Niterói. Outros dois postos já foram construídos na praia de Piratininga, mas os moradores dizem que lá o meio ambiente foi respeitado.

“Um deles foi feito na calçada e o outro foi feito num estacionamento. ou seja, eles não mexem com a restinga. o que nos incomoda aqui é que este posto está sendo feito na restinga. e neste momento, existe um plano de recuperação da restinga de itacoatiara. então, é um contrassenso”, diz Gonçalo Perez Cuevas, presidente do Conselho comunitário da região Oceânica.

Os moradores já procuraram a prefeitura e até o Ministério Público estadual e também o federal, mas dizem que a obra continua mesmo assim. Eles alegam que são a favor do posto, mas querem que ele seja retirado de cima da vegetação.

“A gente precisa do posto, o posto é primordial, é importantíssimo pra nós. mas que ele fique fora da área de proteção”, diz Eugenio de Oliveira Filho, diretor-presidente da associação de moradores.

Em nota, a Secretaria Municipal de Planejamento e Modernização da Gestão (Seplag) esclareceu que tem autorização ambiental para a implantação do posto e que as tratativas para o local de implantação da unidade no bairro foram acordadas com a Sociedade dos Amigos e Moradores de Itacoatiara (Soami), com o Corpo de Bombeiros, com a administração do Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: