fbpx

Mobilidade Urbana revitaliza faixas no centro e cria vagas de embarque e desembarque na Alberto Braune, em Nova Friburgo

Na noite do último dia 6, uma equipe da Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu) iniciou o trabalho de revitalização das faixas de pedestres do centro da cidade, que continuará a ser desenvolvido no decorrer do mês. De acordo com o titular da secretaria, Fabrício Medeiros, o objetivo é garantir a segurança dos pedestres durante a travessia. Ele agradece o apoio que tem sido prestado pela Guarda Civil Municipal.

Fabrício salienta que o compromisso da Smomu é aprimorar de forma frequente a segurança dos usuários das vias do município, sobretudo dos mais frágeis – os pedestres. “E adotamos o período noturno para realizar esse trabalho e gerar o menor impacto possível no trânsito. Em breve nossa cidade estará toda cuidada como merece”.

Para o secretário da Smomu, ele e sua equipe estão sempre em busca de adequar a cidade para que as coisas efetivamente funcionem. “Embora façamos um minucioso estudo e debate antes das ações, prever o comportamento dinâmico dos usuários das vias não é uma tarefa fácil. Mas não temos qualquer empecilho para voltar atrás ou simplesmente aprimorar algo já feito”. E cita que foi invertida uma das vagas de curta-duração com uma de carga e descarga na Rua Moisés Amélio, no Centro. Enquanto esta passa a ser entre os números 56 a 64, aquela agora é em frente ao número 57.

O trabalho de revitalização das faixas de pedestres foi concluído no entorno da Praça Getúlio Vargas, inclusive no início da Rua Francisco Miele, junto a Estação Livre. 

ALBERTO BRAUNE – O titular da Smomu também chama a atenção para as mudanças feitas na Avenida Alberto Braune e seu entorno. Foram criadas cinco vagas para embarque e desembarque com a placa “P” de parada na avenida e uma na Rua Duque de Caxias.

Essas vagas, segundo Fabrício, são para uso preferencial de veículos de transporte por aplicativo e táxis, mas frisou que não são exclusivas, podendo ser utilizadas por qualquer condutor, somente para esse tipo de imobilização. “O intuito é direcionar os passageiros para que criem o hábito de solicitar corridas ou pegar caronas nesses locais, assim como também desçam”.

O secretário lembra que as vagas de motos então existentes foram realocadas para o lado de onde estavam ou nas vias transversais, não reduzindo seu quantitativo. Ele alerta que a infração para quem estaciona nos pontos de parada é de natureza média, prevista no Artigo 181, XIII, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Portanto utilize-as pelo tempo estritamente necessário para que o passageiro entre ou saia do veículo”.

Fabrício aproveita para lembrar algumas dicas de segurança no trânsito, tanto para condutores quanto para pedestres: 

– Condutor: dê preferência de passagem ao pedestre na faixa destinada a ele. Imobilize seu veículo com cautela em relação aos veículos que te seguem;

– Pedestre: atravesse somente na faixa, sempre que existir uma no máximo a 50 metros de você. Certifique-se de que os veículos efetivamente pararam e não demore na travessia, nem aumente seu percurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: