Ministério Público de Barcelona recorre da sentença de Daniel Alves

O Ministério Público de Barcelona decidiu recorrer da sentença de quatro anos e meio de prisão para Daniel Alves. O ex-jogador brasileiro, de 40 anos, foi condenado em regime fechado por agressão sexual. A procuradoria pede um aumento da pena, segundo informações do jornal espanhol “El Períodico”.

Na avaliação do Ministério Público de Barcelona, os 150 mil euros (R$ 805 mil) pagos antecipadamente por Daniel Alves não devem ser considerados um atenuante por reparação de dano. O dinheiro foi emprestado pela família de Neymar, que foi companheiro de equipe no Barcelona e na seleção brasileira.

A quantia ajudou a reduzir a pena de Daniel Alves. O ex-jogador foi condenado a quatro anos e meio de prisão, além de cinco anos em liberdade vigiada, a ser cumprido depois da pena em regime fechado. Em rota contrária ao Ministério Público, a advogada Inés Guardiola busca a absolvição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *