Mesquita: CRAS Banco de Areia promove atividade integrada com oficina de artesanato

A ideia é incentivar a troca de experiência entre o público que participa da programação do Centro de Referência da Assistência Social

Com o objetivo de promover a troca de experiências entre crianças, adolescentes, adultos e idosos, foi realizada uma atividade integrada com oficina de artesanato no CRAS Banco de Areia. A ação aconteceu nesta quinta-feira, dia 27 de maio, mas essa foi apenas a primeira, já que a agenda se repetirá durante o próximo mês. Além disso, a proposta busca incentivar as crianças a se interessarem por outras oficinas. O trabalho integrado acontece por meio das atividades conjuntas, envolvendo, assim, diferentes públicos que compõem as oficinas.

A dinâmica foi implementada pela equipe, inicialmente, com a oficina de zumba entre crianças e adultos, no final do ano passado. A proposta foi tão bem aceita que a coordenação do espaço sugeriu manter esse tipo de prática na programação de atividades oferecidas pelo CRAS. Pensando nisso, no mês que vem, haverá a Atividade na Roça, em alusão à festa junina, direcionada ao público infantil e adolescente.

A integração faz um trabalho de interação entre pessoas de diversas idades. Todos podem contribuir de alguma forma na vida do outro, além de estimular uma troca de conhecimentos. Esse é um dos nossos maiores objetivo”, explica a coordenadora do CRAS Banco de Areia, Alice Eleres.

A ação que vai acontecer no dia 23 de junho conta com uma programação organizada em conjunto por membros de diferentes oficinas. Nesse sentido, o oficineiro de violão, João Paulo Gomes fará uma cantiga da roça, enquanto a oficineira de multifuncional, Kelly Araújo ficará responsável por fazer brincadeiras e danças típicas. Tudo reforçado pela decoração temática que será feita pelas crianças durante as atividades integradas de artesanato.

Além de treinarem algumas técnicas artesanais, eles vão produzir os próprios itens decorativos para a ação. Hoje, por exemplo, eles aprenderam a fazer sanfoninha, espantalho, entre outras coisas. A ideia é muito legal e todos se beneficiam. Eles aprendem comigo e eu, com eles”, conta a oficineira de artesanato, Adriana Gomes.

 Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

 Para participar de uma das oficinas oferecidas no espaço, basta ir até o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). Lá, a família passa pelo atendimento social, onde o técnico de referência realiza uma avaliação, direcionando-a, assim, para as atividades mais indicadas.  Além disso, é necessário apresentar os seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de residência. Todas as atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são organizadas por duas orientadoras sociais, Amanda Flor e Keyla  Guimarães. Dessa forma, elas orientam e planejam toda a programação deste serviço focada para cada público.

Confira a lista de oficinas disponíveis:

Às segundas-feiras, o CRAS Banco de Areia oferece oficina de multifuncional, às 11h. Já as terças-feiras, o local realiza atividades voltadas para a primeira infância – crianças de zero a seis anos –, às 14h. As atividades acontecem junto com os responsáveis e são focadas no fortalecimento de vínculo e no desenvolvimento das crianças.  No mesmo dia, tem também aulas de funcional, às 9h, e canto, às 10h.

As práticas artísticas continuam na quarta-feira, com zumba, às 8h, e aula de violão às 9h.  Além disso, para contribuir com as atividades ecológicas, o espaço fornece oficina de meio ambiente e sustentabilidade, às 14h.

E, na quinta-feira, o CRAS tem oficina de artesanato e turma de pilates, ambas às 14h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: