Marrony se despede do Vasco com referência a frase histórica e afirma: “Honra ser cria de São Januário”

Vendido ao Atlético-MG na semana passada, o atacante Marrony postou no fim da noite desta terça-feira uma mensagem carregada de emoção para se despedir do Vasco e de sua torcida. Recorreu à histórica frase do ex-presidente Cyro Aranha ao dizer “Enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal”. Além disso, fez um resumo do que viveu em São Januário.

 

-Fala ,meu Vascão, passo aqui pra agradecer por tudo, pelo trabalho , amizade, carinho , conhecimento , respeito etc.. Aqui eu vivi, chorei, fui feliz. Aprendi história, criei maturidade para encarar os problemas que a vida me trouxe. Formei caráter. Virei adulto. Mas nunca deixarei de ser uma eterna criança. É aquilo: enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal. Em meu coração. Obrigado, Gigante! Uma honra ser um cria de São Januário💢❤️ #prasempreemmeucoracao❤️

Profissional desde 2018, Marrony marcou 11 gols em 84 partidas com a camisa do Vasco.

Marrony, do Vasco, contra o Resende — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

O Vasco anunciou ter vendido 56% dos direitos econômicos. Do valor total (contando o bônus de 30 jogos), cabe ao time de São Januário a importância de R$ 16,4 milhões – dinheiro a ser recebido à vista e que será destinado ao pagamento de salários atrasados. Dos 20%, o Vasco fica ainda com 14% – os outros 6% são do Volta Redonda.

A repactuação dos direitos fez com que a negociação tivesse um gatilho: o Atlético-MG tem até o início de 2023 para comprar os 20% restantes por 1,5 milhão de euros (R$ 8,7 milhões na cotação atual). Caso não opte até lá, tem a obrigação de o fazê-lo por 1 milhão de euros (R$ 5,8 milhões na cotação atual).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: