23 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

MariCarnaval 2023: Três blocos encerram a folia da cidade no fim de semana

Bandas carnavalescas saíram em Itaipuaçu e no Centro no sábado e no domingo

O MariCarnaval 2023 encerrou neste fim de semana ainda com muita animação. Três blocos reuniram os chamados “inimigos do fim” da folia na região central de Maricá e também em Itaipuaçu, onde o primeiro deles saiu já na manhã de sábado (25/02). Em todos, equipes das secretarias de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop) e de Trânsito e Engenharia Viária, além da Guarda Municipal deram apoio na segurança e no ordenamento do trânsito.

O Bloco da Gigio reuniu um grupo com muita disposição no circuito Claudinho Guimarães, que estreou neste Carnaval na orla do bairro de Itaipuaçu. Em cima do trio elétrico, a banda Louca Paixão mandou um repertório de sucessos de outros carnavais para levantar quem foi brincar, mesmo debaixo do forte calor.  “Sempre saio neste bloco e, se pudesse, esticava o carnaval direto”, afirmou a empreendedora Zione Ramos, de 57 anos. A esteticista Ana Paula de Carvalho, que completa 37 anos nesta semana, ganhou um dos prêmios sorteados pelo bloco. “Foram dois anos sem ter carnaval e a gente gosta muito, e ainda ganhei presente!’, celebrou.

À tarde, foi a vez do “Joga a Mumbuca Pro Alto” levar mais de duas mil pessoas para a Rua Álvares de Castro, no Centro. O bloco, promovido pela Secretaria de Economia Solidária, teve seu desfile adiado na sexta-feira de carnaval (17/02) em razão do temporal que atingiu a cidade, e promoveu uma ação beneficente para atrair seus foliões.

“Resolvemos trocar nossos abadás por doações de leite em pó, porque sempre tem gente carente nos procurando e pedindo alimentos. O pessoal atendeu e esgotamos os dois mil abadás que tínhamos”, afirmou a presidente do Banco Mumbuca, Manuela Mello, dizendo que é um fecho de ouro para o Carnaval da cidade. “A gente costuma abrir o Carnaval e, desta vez, estamos encerrando com todo esse público. É uma honra para nós”, garantiu ela.

Quem foi brincar neste bloco teve até jato d’água para refrescar o calorão que fazia. O som ficou por conta da cantora Natália Pani e sua banda, que botou todo mundo para dançar até o início da noite. “O carnaval de Maricá é excelente, não perde para nenhum outro no estado. Se tivesse mais eu não ia parar”, empolgou-se Jéssika Rodrigues, de 29 anos, moradora da Mumbuca.

E teve mais na tarde de domingo (26/2), quando o bloco Kavukaí, formado por funcionários da autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), levou a mesma quantidade de foliões à orla de Araçatiba e também teve jato d’água para refrescar o forte calor. A animação foi com o sambista Baby do Cavaco e, depois, com o cantor Rickson Maioli.

A empolgação era grande entre os foliões que, com muitos, também queriam mais Carnaval se pudesse. “Estamos saindo de um plantão de sete dias sem parar desde que o Carnaval começou, e agora é hora de curtir, de extravasar a alegria e agradecer pela confiança que tiveram em nós. Acreditaram em nós e pudemos fazer o nosso trabalho bem feito”, disse Leandro Braga, de 26 anos, que brincava sem parar com os colegas da equipe da varrição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *