22 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Mais um paciente salvo pelo projeto SOS Coração

O SOS Coração: Nossa Missão é Cuidar das Pessoas está a todo vapor. Na madrugada deste domingo (05), mais uma vida foi salva pela equipe de hemodinâmica que integra o projeto, que em tempo hábil, conseguiu reverter o quadro clínico da paciente, que deu entrada na emergência do Hospital Geral de Guarus (HGG) com forte dor torácica, sendo prontamente atendida e transferida para a Santa Casa de Misericórdia de Campos. Este foi o segundo procedimento desde o lançamento do projeto pelo prefeito Wladimir Garotinho e pelo secretário de Estado de Saúde, Doutor Luizinho, na última terça-feira (28).

A paciente, de 34 anos, chegou à Santa Casa por volta das 3h com dor no peito e Bloqueio de Ramo Esquerdo (BRE) de terceiro grau. Foi atendida pelo cardiologista Celmo Ferreira de Sousa Júnior e submetida a um cateterismo e coronariografia de urgência, não sendo evidenciada doença obstrutiva das artérias do coração. Após o procedimento, a mulher, que é portadora de diabetes mellitus tipo 2, foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para dar continuidade ao tratamento. Ela está estável e assintomática.

“O procedimento foi importante neste caso, pois trouxe esclarecimento diagnóstico possibilitando uma melhor orientação terapêutica. O contato com o sobreaviso, com o médico do CTI, a transferência e o transporte foram rápidos. Esta logística é fundamental para atendimento de maior qualidade e segurança do paciente”, informou o médico.

OUTRO ATENDIMENTO – Na última sexta-feira (03), o paciente Elimar Nogueira Vieira, de 54 anos, morador do Parque Santo Amaro, chegou ao Hospital Escola Álvaro Alvim (HEAA) às 2h42 da madrugada, sendo imediatamente atendido pelo cardiologista intervencionista Carlos Eduardo Cordeiro Soares.

“Nossa equipe foi acionada às 2h42 e às 3h50 fizemos o cateterismo, que é um exame para identificar obstruções nos vasos sanguíneos que irrigam o coração. Ao constatar que ele havia sofrido infarto com supra, que é a oclusão de 100% da artéria, realizamos a angioplastia coronariana primária, cujo procedimento terminou às 4h30”, explicou o médico, ressaltando que o tempo de atendimento desde que o paciente chega à emergência do hospital até a desobstrução da artéria afetada na sala de hemodinâmica não pode ultrapassar duas horas.

PORTA DE ENTRADA – Aos primeiros sinais de infarto, a pessoa deverá buscar atendimento no Hospital Ferreira Machado (HFM), Hospital Geral de Guarus (HGG), Hospital São José (HSJ), Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) 24h, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campos e de São João da Barra, Santa Casa de Misericórdia de São João da Barra e Hospital Armando Vidal, em São Fidélis. Havendo necessidade, o paciente será transferido para a Santa Casa de Misericórdia ou para o Hospital Escola Álvaro Alvim (HEAA) para os devidos procedimentos e tratamentos.

Além de Celmo e Carlos Eduardo, também integram a equipe de hemodinâmica os cardiologistas Abdu Neme, Halim Abdu Neme Makhluf e Jamil da Silva Soares. Os médicos Cléber Glória e Patrícia Rangel fazem parte da equipe que integra os Centros de Tratamento Intensivo (CTIs).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *