Mais de 65 mil moradores de Botucatu foram vacinados contra a covid-19, neste domingo (16)

Mais de 65 mil moradores de Botucatu, no interior paulista, foram vacinados contra a covid-19 ontem (17), durante a campanha de vacinação em massa para um estudo com o imunizante Oxford/AstraZeneca/Fiocruz. A expectativa do Ministério da Saúde era vacinar 60 mil pessoas.

Em vídeo publicado nas redes sociais da prefeitura, o secretário municipal de saúde, André Spadaro, disse que foram aplicadas 65.932 doses de vacina, mas o número ainda pode ser maior, após acrescentarem registros que foram feitos manualmente por problemas no sistema digital. Esse trabalho, segundo ele, deve ser finalizado ainda hoje (17). “Agradecemos a toda a população pela forte adesão à campanha”, disse Spadaro.

Ontem, toda a população adulta da cidade, entre 18 e 60 anos, foi imunizada para um estudo com a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Oxford/AstraZeneca e Fiocruz. As pessoas com idade acima de 60 anos não foram incluídas no estudo porque já estão vacinadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Os menores de 18 anos ainda não serão ainda vacinados porque, até o momento, não houve estudos sobre a aplicação do imunizante nesse público. As gestantes também não receberam a dose da vacina, seguindo orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que não recomenda a aplicação do imunizante da AstraZeneca nesse grupo.

Para o estudo, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) doou 80 mil doses da vacina produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Além da vacinação, a pesquisa prevê testagem da população e sequenciamento genético do vírus. A previsão é que o estudo dure oito meses, contando com a aplicação da segunda dose e o monitoramento das pessoas imunizadas.

Além do Ministério da Saúde e da prefeitura de Botucatu, participam do estudo a Universidade de Oxford, a Fiocruz, a Universidade Estadual Paulista (Unesp), o laboratório AstraZeneca, a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Fundação Bill e Melinda Gates.

A prefeitura de Botucatu orienta os moradores já vacinados a manterem os cuidados e as medidas sanitárias. “Precisamos continuar usando máscara ao sair de casa, higienizando as mãos frequentemente e evitando aglomerações. A vacina reduz muito as chances de desenvolver a doença e desafoga o sistema de saúde, mas relaxar agora – mesmo com a vacina – significa aumentar as chances de contaminação”, diz a administração, nas redes sociais.

Até este momento, a cidade contabiliza 12.685 casos confirmados de covid-19, com 207 óbitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: