fbpx

Magé tem talento na natação do Flamengo

Giulia Vitória tem 12 anos e é mais uma revelação mageense no esporte nacional. Ela que, no início, tinha medo de água, hoje é atleta de natação do Flamengo e já tem marcas expressivas: em 2019 foi o melhor tempo brasileiro nos 50m borboleta e 50m livre pela categoria mirim 2. Hoje, em 2021, ela tem o melhor tempo do Brasil nos 50 metros no nado borboleta.

“Eu tinha medo de água. É engraçado falar isso, mas eu tinha. Comecei na natação aos quatro anos em uma piscina de apenas nove metros. Fui treinando até que surgiu a oportunidade do teste no Flamengo e deu tudo certo. Estou aqui até hoje”, confidencia Giulia, que mora em Nova Marília, no 1º distrito de Magé.

A mãe, Fabiana Toledo, nem pensava em tornar a filha uma atleta de alto rendimento. “Eu coloquei ela na natação, por questões de saúde. No decorrer do tempo, a professora Bianca Ribeiro, começou a ver que ela se desenvolvia bem”, conta.

O caminho a ser trilhado ainda é longo, mas Giulia já tem grandes aspirações profissionais. Com a medalha de ouro conquistada por Ana Marcela Cunha, nas Olimpíadas de Tóquio-2020, o Brasil chegou a 17 medalhas em provas de natação na história dos Jogos. Giulia também sonha com uma.

“Eu estou muito feliz com meu desenvolvimento no Flamengo. O treino é puxado, mas eu tenho conseguido acompanhar. Eu quero chegar nas Olimpíadas e conhecer outros lugares do mundo com a natação. Ano que vem vou disputar o brasileiro na categoria infantil 1 e tenho certeza que vai ser bom. Minha referência é minha treinadora Carolina Athayde, sou muito grata a ela”, detalha.

A atleta recebe apoio da Prefeitura Municipal de Magé através da Secretaria de Esporte, Turismo, Lazer e Terceira Idade.

“Temos muitos talentos no município e temos que dar suporte a eles. A Giulia é uma menina especial. Além de apoio, ela tem minha torcida. Nossa missão é apoiar e projetar atletas como a Giulia e como outros do futebol entre outras modalidades que também estão se destacando no mercado. Já colecionamos pelo menos 10 a 12 atletas que foram contratados por clubes neste ano”, analisa o secretário da pasta, Geilton Camara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: