Magé: Educação entrega Kit alimentação em escola do Parque Boneville

Com o intuito de manter a entrega dos kits alimentação para os alunos de Magé, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura disponibilizou, nesta quinta-feira (06/05), 232 pacotes com 13 itens não perecíveis para a Escola Municipal Parque Boneville. Durante a primeira quinzena de maio, serão beneficiados 41 mil alunos das 105 unidades da rede municipal – todas as 35 creches e cerca de 30% das escolas do ensino fundamental já receberam os seus kits. “Esses kits não têm diferença para as crianças de Magé. Serão distribuídos mensalmente tanto para os alunos que estão em casa estudando quanto para os que estão indo estudar nas escolas”, comentou a diretora do Departamento de Nutrição Escolar, Marta Moreira.

Diretora da E.M. Parque Boneville, Roberta Gomes declarou que muitos pais estavam ansiosos pela distribuição. “Muitos pais estão desempregados. Muitas mães são mães solteiras que sustentam suas casas. São pessoas que estavam aflitas sem saber como iam suprir a necessidade alimentícia dos seus filhos durante a pandemia. Por isso, estão comemorando a chegada dos kits”, disse. Dentre eles, está a profissional de estética Mônica dos Santos, 35 anos. Ela tem três filhos estudando na escola de forma revezada e cada um deles recebe um kit. “Sempre é uma boa hora de receber ajuda. Quando não estava tendo aula, era muito difícil para manter a alimentação dos meus filhos. Agora que as aulas voltaram, eles recebem a merenda e os kits e isso é muito bom”, comentou.

Desempregados há meses, a auxiliar administrativo Andressa Vedana, 41, e o marido dela, o ajudante de obras Wagner Pereira, 39, contam com a ajuda de amigos para manter a família. Eles têm uma filha estudando no Parque Boneville e receberam, nesta quinta, o kit alimentação, que, dentre outros itens, contém arroz, feijão, macarrão, biscoito e farinha. “É uma ajuda essencial. A gente está passando por um momento difícil. Estamos desempregados e não é sempre que aparece um serviço informal. Quando aparece, o dinheiro que se ganha não dá para todas as necessidades da casa”, lamentou. Ela falou que a despensa da cozinha estava quase vazia e que a entrega do kit foi “um alívio”.

Nos próximos dias, os seis caminhões e as três vans da Secretaria de Educação e Cultura irão manter a entrega dos kits nas escolas que ainda faltam. Para receber, as crianças precisam estar matriculadas na rede municipal de ensino. Cada um dos caminhões que está realizando esse serviço tem capacidade para a entrega de 1 a 3 toneladas de alimentos. De acordo com um cálculo feito pela Prefeitura, os itens do kit, se tivessem que ser comprados pelos pais, custariam algo entre R$ 57 e R$ 60.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: