Macaé sanciona lei para adesão ao consórcio de compra de vacinas

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende, sancionou, nesta terça-feira (16), a Lei 4.723/2021 que ratifica o protocolo de intenções entre Macaé e a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que lidera iniciativa nacional pela compra direta de vacinas contra o Covid-19. Esta é mais uma das ações adotadas pelo governo municipal para ampliar a oferta dos imunizantes à população.

“O consórcio da FNP é promissor, já que terá a força de negociar milhões de doses para os mais de 200 municípios que aderiram à iniciativa. Porém, esse não é o nosso único esforço por mais vacinas: temos um protocolo de intenções assinado com o Instituto Butantã; abrimos, junto ao Consulado da Índia, contato com o Instituto Serum, fabricante da vacina da Oxford/Astrazeneca, e estamos buscando negociar junto com o Fundo Soberano da Rússia, a aquisição da vacina Sputnik V”, destacou o prefeito em sua rede social.

Vacinação – Até o momento, cerca de 15 mil doses da vacina contra o coronavírus foram entregues em Macaé pelo Governo Federal. Com isso, o município já imunizou cerca de 8 mil pessoas com a primeira dose e 3 mil com as duas doses. A vacinação segue, esta semana, destinada ao público idoso na faixa etária 79 aos 77 anos.

“O mundo inteiro está em busca de vacinas e as disponíveis para o mercado brasileiro foram todas encampadas pelo Governo Federal para o Plano Nacional de Imunização. Mas, nosso governo trabalha dia e noite por uma solução e, se Deus quiser, em breve, teremos vacinas para toda a população de Macaé”, concluiu o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: