Macaé: Guarda Ambiental promove ação do Meio Ambiente

A semana que antecede o Dia Mundial  do Meio Ambiente neste sábado (5), está sendo lembrada pelas Secretarias de Ambiente e Sustentabilidade e Ordem Pública com ações realizadas pela Guarda Ambiental para mobilização da população quanto a prevenção.  Nesta  quinta-feira (3), foi realizada atividade de educação ambiental com limpeza executada pelos agentes da guarda ambiental. A programação aconteceu  no bosque ao lado do Parque localizado no bairro Lagoa e  contou com olhares atentos e sensibilização da comunidade. Já neste sábado (5), a data alusiva ao Meio Ambiente  vai acontecer  trabalho ambiental e  limpeza na cachoeira de Duas Barras, na localidade de Bicuda Grande,  das 10h às 12h.  Todas as atividades  têm  o objetivo levar educação ambiental para a população com readequação da realização em função do distanciamento social. Outra proposta é  engajar as comunidades do entorno dos locais das ações   na manutenção das áreas verdes do município.

 Na segunda-feira (7) serão promovidas duas atividades; ação de limpeza na área de amortecimento do Parque Atalaia ( margens da Rodovia-168),  das 10h às 12h e palestra na empresa Intech , às  12h30.   com o tema: “Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba e Bacia hidrográfica do Rio Macaé”. Na quarta-feira (2), foi ministrada  palestra para Empresa k2 do Brasil sobre a temática ” Queimadas e Incêndios florestais e suas consequências; limpeza de trilhas e trecho da praia do Parque Municipal da Restinga do Barreto”.   Vale lembrar que até o  mês de setembro, as    ações de repressão e combate a caça predatória serão intensificadas  com a reestruturação de rondas em pontos estratégicos, fiscalização em área de mata, verificação de denúncias de desmatamento e encaminhamento aos órgãos competentes. De  janeiro  a maio foram resgatados 146 animais silvestres como jacaré, tamanduá mirim, gambá e ouriço.

De acordo  com a Comandante da Guarda Ambiental, Raquel Giri, o órgão desempenha funções de atendimentos diversos, como resgate de animais  combate a incêndios florestal, averiguação de denúncias, combate a caça predatória, apoio a diversos  setores públicos, proteção das unidades de conservação municipais e educação ambiental e fiscalização quanto às queimadas, que está previsto na Lei de Crimes Ambientais nº 9.605-98. Devemos chamar atenção para um grave problema que vamos começar a enfrentar no período de estiagem que são as queimadas, em que  a prática da queima de lixo libera uma fumaça tóxica . Nesta pandemia uma população acometida por graves problemas pulmonares é algo a ser discutido, repensado e educado”. As denúncias quanto  a casos como queimadas , caças predatórias e incêndios florestais são recebidas pelos telefones 2791-2741 ( Guarda Ambiental) e 2796-1336 ( Ouvidoria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: