Lula critica teto de gastos; Maia responde e diz que Guedes “fez pior”

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) comentou nesta 5ª feira a proposta feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de revogar o teto de gastos, regra que limita o crescimento das despesas à inflação. Ele disse que a ideia “não precisa assustar o mercado” e criticou o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ambos se manifestaram em publicações no Twitter.

O petista questionou a quem interessaria a regra e disse que “gasto é quando você investe um dinheiro que não tem retorno”“Quando você dá R$ 1 bilhão para rico é investimento e quando dá R$ 300 para o pobre é gasto? Nós vamos revogar esse teto de gastos”, disse.

“O próprio Paulo Guedes [ministro da Economia] fez pior do que revogar o teto de gastos. Ele descumpriu e desmoralizou o teto em troca da reeleição do [Jair] Bolsonaro”, respondeu Maia.

Rodrigo Maia sai em defesa de proposta feita por Lula para revogar teto de gastos.

O teto de gastos foi idealizado pelo então ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante o governo Michel Temer, e aprovado em 2016. Durante os 8 anos de governo Lula, Meirelles atuou com presidente do Banco Central.

O governo discute aumentar o valor do Bolsa Família para R$ 300, mas tem encontrado dificuldades para encaixar o novo valor no teto de gastos de 2022. O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta 4ª feira (16.jun) o novo valor a partir de dezembro de 2021, mas a equipe econômica ainda não encontrou alternativas. O montante que estava em estudo era de R$ 250.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: