fbpx

Justiça espanhola obriga Lucas Hernández, do Bayern, a ir para a prisão por 10 dias

O zagueiro Lucas Hernández, do Bayern de Munique da seleção francesa, segue tendo problemas judiciais na Espanha, onde atuou pelo Atlético de Madrid. De acordo com o jornal “As”, um tribunal da capital espanhola emitiu uma ordem de prisão para o atleta, que participou da conquista da Liga das Nações com a França no último domingo. O motivo seria o descumprimento de uma ordem judicial.

A decisão judicial obriga Lucas Hernández a se apresentar ao Tribunal Criminal 32 de Madri na manhã do dia 19 de outubro, próxima terça-feira. Então, ele será conduzido para um centro penitenciário de sua escolha, e lá deve permanecer por 10 dias. O “As” afirma que a defesa de Lucas já entrou com um recurso contra a decisão – o que não impedirá o jogador de ter que se apresentar no tribunal no dia marcado.

Lucas Hernández segue tendo problemas na Espanha por acusação de 2017 — Foto: Getty Images

Os problemas judiciais de Lucas Hernández na Espanha começaram em 2017, quando o jogador de 25 anos atuava no Atlético de Madrid. Naquele ano, em fevereiro, ele foi acusado de violência doméstica após uma briga com sua namorada – que também foi alvo da mesma acusação. A Justiça ordenou, na época, que os dois deveriam prestar serviço comunitário por um mês e não poderiam se encontrar ou se comunicar durante seis meses.

Porém, ambos desrespeitaram a decisão da Justiça e viajaram juntos em junho daquele ano. Eles foram flagrados quando retornaram de Miami, no aeroporto de Madri, e Lucas foi detido temporariamente. Com a desobediência à ordem judicial, Lucas virou alvo do Ministério Público, que solicitou um ano de prisão para o jogador.

Lucas foi condenado pela 35ª Vara Criminal de Madri, e a defesa do jogador tentou a substituição da pena por trabalho comunitário – o que foi recusado, já que ele não realizou o serviço demandado anteriormente. Os advogados tentam outro recurso, que será apreciado quando o atleta se apresentar para ser detido.

Lucas teria sido notificado da decisão ainda no mês passado, embora o “As” afirme que o Bayern diz não ter conhecimento da questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: