20 de julho de 2024

TV Prefeito

Portal de notícias dos municípios com videos e entrevistas. Cobertura diária das cidades das regiões: Metropolitana, Serrana, Lagos, Norte, Noroeste, Médio Paraíba e Centro Sul do estado do Rio de Janeiro. O melhor da notícia está aqui.

Jovem é suspeita de matar outra mulher para simular própria morte na Alemanha

Uma jovem de 23 anos com dupla nacionalidade alemã e iraquiana é suspeita de ter matado uma jovem que se parecia com ela para simular a própria morte. Segundo a polícia alemã, a assassina, que teve ajuda de um cúmplice, queria sumir do mapa por conta de problemas familiares.

— Os investigadores partem do princípio de que a suspeita quis desaparecer por problemas familiares e simulado a sua morte — revelou a polícia local nesta segunda-feira.

Em 16 de agosto de 2022, o corpo da vítima foi encontrado em um veículo, em Ingolstadt, na região da Baviera, ao sul, costurado com facas. Os investigadores inicialmente acreditaram que o corpo era da proprietária do veículo, pois a família alegou reconhecê-la. Mas, ao realizar a autópsia no dia seguinte, descobriu-se que a vítima era na verdade outra mulher.

Os policiais de Ingolstadt estão ligando os pontos do que pode ser o plano macabro arquitetado pela jovem, ajudada por um cúmplice, um kosovar de 23 anos. Os dois suspeitos estão presos desde agosto.

Segundo os agentes, eles teriam procurado na internet por alguém semelhante à alemã-iraquiana com o objetivo de matá-la e colocar o corpo de forma que confundam com a suspeita. Antes do homicídio, a mulher teria entrado em contato com diferentes alvos, todos com o mesmo perfil, encorajando-os a encontrar com ela.

No dia do homicídio, aparentemente, a suspeita foi com seu suposto cúmplice para a região de Heilbronn (sul) “para procurar a futura vítima em casa”.

De acordo com o relato da polícia, no caminho de volta, os suspeitos fizeram a vítima descer do veículo e a assassinaram na mata, desferindo “várias” facadas. Os supostos autores continuaram seu trajeto até Ingolstadt, onde o corpo da vítima foi encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *