Japeri ganha a primeira escola profissionalizante na área de games

Tecnologia aliada à educação é algo que já mostrou dar muito resultado. Mas, já pensou em aliar aprendizado ao mundo dos games? Essa é a proposta do Projeto Game Craft Japeri, que foi inaugurado nesta segunda-feira (01), pela Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em parceria com Federação do Estado do Rio de Janeiro de Esportes Eletrônicos (FERJEE) e da Imperial Esports, com patrocínio da Concessionária Light.

A Secretária Municipal de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Meire Lucy falou da felicidade em realizar mais um projeto para os moradores de Japeri. ” Estamos mais uma vez unidos e falando de entrega a nossa população japeriense. Falar deste projeto é falar de futuro. Ele não está tendo nenhum custo para a Prefeitura, vamos capacitar 320 jovens da nossa cidade por meio de parceria. E a Light está patrocinando esta iniciativa maravilhosa. É um passo muito importante da gestão da nossa prefeita Dra Fernanda Ontiveros “, declarou.

O local tem capacidade para comportar 40 alunos, divididos em dois ambientes. Durante as aulas, os estudantes vão aprender funcionalidades para explorarem os jogos eletrônicos, desde sua história até os aspectos mais profissionalizantes da indústria. Além disso, o projeto complementa o aprendizado com letramento digital e aula de inglês.

A prefeita Dra. Fernanda Ontiveros aproveitou para testar os equipamentos e disse que o curso será responsável por promover o acesso à cultura dos games e a tecnologia digital aos moradores da cidade. “Vivemos a era da tecnologia e da informação. E hoje estamos dando um passo importante. E trazer isto para Japeri é um grande avanço. É a primeira Escola de Games do Brasil e foi inaugurada aqui em nossa cidade”, comemorou a gestora.

O evento foi prestigiado pela diretora de Popularização da Ciência, Tecnologia e Educação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Juana Nunes. Também contou com as presenças do vice-prefeito, Carlos Januário, do presidente da Câmara de Vereadores, Walter Trajano e secretários municipais.

 

Patrocínio da Light

O Especialista de Patrocínio da Light, Ruan Fischer falou da importância da Concessionária custear o curso. “Muitos projetos acontecem no Centro da Cidade e a Baixada acaba ficando esquecida. E para descentralizar, a Light vai levando estes projetos para estas áreas menos favorecidas, com um olhar carinhoso. E este projeto chegou até nós trazendo uma devolutiva social para o município “, disse.

De acordo com Ewerton Panda, Diretor de Projetos da FERJEE, o curso é muito importante para a cidade. “Meu maior orgulho foi o tempo muito recorde que conseguimos fazer. Pegamos o espaço sem nada, sem forro, estava só nas paredes e graças à parceria da Prefeitura conseguimos desenvolver num ponto estratégico, perto de tudo e facilidade o acesso de todos. É o primeiro projeto social físico, feito com muito louvor e com a disponibilidade de 320 vagas com o patrocínio da Light com o objetivo de difundir as práticas de esportes eletrônicos na cidade “, declarou.

 

Alunos matriculados

Entre os alunos já matriculados, o sentimento era de terem descoberto um novo mundo, cheio de possibilidades. É o caso do estudante Wedson Gabriel Serafim Braz, de 18 anos, que se inscreveu na formação. “Participei do Ambiente Jovem, e tive a oportunidade de me inscrever neste também. Descobri um hobby que pode virar uma profissão. Gosto da área de jogos e estou maravilhado pelo espaço onde serão as aulas”, disse.

Já Marcos Paulo Moraes de Souza , de 20 anos, é apaixonado por games e vai desenvolver suas habilidades na área. ” Gosto muito da área. Tenho vontade de fazer uma faculdade de TI. Pretendo permanecer nesta área e usar os conhecimentos adquiridos durante o curso para desenvolver aplicativos entre outras coisas”, planeja o jovem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *