Itatiaia partipa do Fórum Online de Políticas Públicas para Mulheres

A Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres – SMPPM esteve representada essa semana I Fórum Online de Políticas Públicas para Mulheres. A proposta foi discutir os avanços no combate à violência doméstica na nossa região, o que cada município vem realizando e fazer uma análise do índice da violência doméstica e do feminicídio em cada município para propor políticas públicas de combate.  


O encontro, realizado na última quarta-feira (07), reuniu gestoras municipais, entre elas a representante de Itatiaia,a secretária da SMPPM, Luciana Cavallari e também profissionais das Coordenadorias e Conselhos de Direitos e Políticas para as Mulheres  


– O Fórum com as gestoras do Médio Paraíba busca avanços no combate à violência doméstica, nesse encontro discutimos ideias e trocamos conhecimento. Dessa forma mapeamos a situação na nossa região e unimos forças para que novos projetos sejam implantados, como resultado, esperamos ter uma maior conscientização e diminuição nos índices de violência doméstica – disse a secretária.  


Além do Fórum, durante essa semana a secretária também representou Itatiaia no Webinário cujo o tema foi “A Pornografia de Vingança no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados”, mediado pelo professor Walter Aranha Capanema.  

– A importância de expandir conhecimentos é de extrema relevância, a pornografia de vingança é um tema bastante atual, infelizmente tem acontecido e é mais um dos vários tipos de violência aplicados contra a mulher que precisa ser combatido – explicou Luciana Cavallari.  

Reconhecimento  

Como forma de reconhecimento ao trabalho, na última semana a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres recebeu um ofício em que o teor era elogios ao trabalho que vem sendo desempenhado pela equipe no município.  

O documento, enviado pela Juíza de direito da Comarca de Itatiaia, Drª Carolina Dubois Fava de Almeida Carolina, destaca, especialmente, as atividades realizadas no ano durante a “Campanha do Sinal Vermelho”, destinada ao apoio das vítimas de violência doméstica e familiar contra a mulher.  


O ofício ressalta também a importância social da secretaria e a imprescindibilidade de seus trabalhos, principalmente durante este período de pandemia, em que o número de casos de violência contra a mulher vem aumentando exponencialmente e solicita seu empenho e atenção para que as atividades continuem sendo regularmente desempenhadas, de forma a amparar parte fragilizada da população.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: