Incêndio devasta vilarejo no Canadá que registrou quase 50°C

Fumaça de incêndio sobre Lytton, vilarejo no oeste do Canadá, nesta quinta (1º) — Foto: Karin Schmidlin/via Reuters

Os 250 moradores de Lytton, no oeste canadense, precisaram fugir de suas casas após um incêndio devastar o pequeno vilarejo na quarta-feira (30). Esse fogo começou após o povoado registrar quase 50°C — a maior temperatura já vista na história do Canadá.

A fumaça poderia ser vista pelo alto, e o parlamentar Bradley Vis, que representa a região, estima que até 90% das construções foram consumidas pelo fogo. O prefeito de Lytton, Jan Polderman, deu a dimensão da gravidade do incêndio em entrevista à rede CBC News.

“Toda a cidade está pegando fogo. Levou só 15 minutos do primeiro sinal de fumaça até, de repente, aparecer fogo em todo lugar”, disse Polderman.

“Será um milagre se todos tiverem sobrevivido”, afirmou o prefeito.

Não há informação, até o momento, sobre vítimas do incêndio em Lytton. Segundo a emissora CBC, dezenas de pessoas ainda procuravam nesta quinta (1º) parentes que se perderam durante a evacuação da cidade. Ainda não está claro o que causou o incêndio.

Lytton registrou as mais altas temperaturas da história do Canadá nesta semana por três dias consecutivos:

  • Domingo (27/6) — 46,1°C
  • Segunda-feira (28/6) — 47,9°C
  • Terça-feira (29/6) — 49,6°C (recorde)

A onda de calor atingiu toda a província canadense da Colúmbia Britânica e também Oregon e Washington, nos Estados Unidos, que também registram recordes de temperatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: