Impasse com governo segue, e agências do INSS ficam sem perícia

Uma semana após o início da retomada dos atendimentos presenciais nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o cabo de guerra entre governo e os médicos peritos continua deixando segurados sem atendimento nesta segunda-feira (21).

A associação que representa os peritos se recusa a retomar as atividades argumentando que as agências não estão adequadas ao retorno. Na última semana, o INSS publicou uma convocação para que os médicos voltassem ao trabalho nas 111 agências consideradas adequadas, sob pena de desconto na remuneração – convocação que a associação de médicos afirmou que seria ignorada.

Portaria publicada nesta segunda-feira (21) pelo INSS estabelece que as vistorias anunciadas pela Associação Nacional de Médicos Peritos (ANMP) precisam da autorização do governo para serem realizadas e fixa também restrições.

Enquanto isso, a população segue desassistida e, em muitos casos, sem orientação adequada.

Veja abaixo a situação das agências em alguns locais pelo país:

São Paulo

As agências da capital seguem sem peritos. Apenas na agência de Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista, um perito compareceu para trabalhar. Na unidade da Vila Mariana, na Zona Sul, quem tinha atendimento marcado era orientado a fazer o agendamento pela internet.

Na agência de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, um funcionário informou que nenhum perito retornou ao trabalho nesta segunda-feira.

Na capital e Região Metropolitana, a perícia médica deveria ser realizada nas agências da Avenida Ataliba Leonel, na Zona Norte, na Lapa, Zona Oeste, no Jabaquara, na Zona Sul, além das unidades de Barueri, São Caetano do Sul e Taboão da Serra.

Distrito Federal

As agências do DF completam uma semana sem o serviço de perícia médica. Das seis unidades do DF, apenas a do Setor Comercial Sul (SCS) e a de Taguatinga realizam a perícia médica.

O posto da Asa Sul passou por uma vistoria, na quarta-feira (15), na presença do presidente do INSS, Leonardo Rolim. A promessa era de que o atendimento seria normalizado no dia seguinte à visita, mas novamente a unidade abriu as portas ao público, e os peritos não compareceram.

Minas Gerais

Parte dos médicos peritos das duas agências INSS em Belo Horizonte que estão aptas a fazer a perícia médica, não trabalhou nesta segunda-feira Por conta disso, nem todos os segurados conseguiram ser atendidos pelo serviço.

A auxiliar de loja Marilene Santiago, de 57 anos, não conseguiu ser atendida — Foto: Danilo Girundi/TV Globo

Caso da auxiliar de loja Marilene Santiago, de 57 anos, que teve que voltar para casa.

“Minha perícia estava marcada desde o dia 30 de março e até hoje eu não consegui receber, até hoje eles não resolveram nada. Manda a gente vir e, infelizmente, manda a gente voltar pra casa porque não tem médico”, reclamou.

Rio Grande do Sul

Fila em frente à agência do INSS tinha cerca de 70 pessoas nesta segunda — Foto: Reprodução / RBS TV

Usuários formaram uma longa fila pela manhã em frente à agência localizada na avenida Bento Gonçalves, no bairro Partenon em Porto Alegre, que estava com as portas fechadas. Eles reclamavam que, mesmo com horário agendado e com a sinalização no site de que estava aberta, o local permanecia fechado.

De acordo com o gerente executivo do INSS em Porto Alegre, Claiton Pereira Soares, o local não reabriu pois aguarda vistoria dos peritos médicos federais, que ainda não tem data para ser realizada.

Pernambuco

Pessoas que compareceram à agência de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, conseguiram ter acesso ao serviço nesta segunda-feira. Essa é uma das duas agências na Região Metropolitana que retomaram o serviço.

Além de Casa Amarela, a agência Corredor do Bispo, no Centro da cidade, também retomou o serviço de perícia médica. De acordo com a assessoria de comunicação do INSS, o perito responsável pelo serviço no período da manhã não havia comparecido ao trabalho até as 9h30, mas foi substituído por outra pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: