Hospital de Itaboraí ganha espaço para atender mulheres vítimas de violência

O  espaço da mulher funcionará 24 horas por dia e contará com consultório exclusivo

As mulheres de Itaboraí vítimas de violência física e sexual poderão contar a partir desta terça-feira (25/05) com o Espaço Mulher Iramária Ramos Ataíde. Um local pensado para acolher e prestar atendimento especializado e humanizado dentro do Hospital Municipal Desembargador Leal Junior. Inaugurado nesta manhã, o espaço da mulher funcionará 24 horas por dia e contará com consultório exclusivo, onde as vítimas terão atendimento e acolhimento de uma equipe multidisciplinar, formada por médico, enfermeiro, assistente social e psicólogo. O espaço também ganhou uma sala kids para acolher as crianças que muitas vezes acompanham essas mulheres vítimas.

Fruto da parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Desenvolvimento Social, o espaço mulher foi um pedido da juíza titular da 2ª Vara Criminal e Juizado de Violência Doméstica, Juliana Cardoso Monteiro Barros, quando visitou o hospital pela primeira vez este ano e relatou a necessidade de se ter um local privado e acolhedor, no qual as mulheres vítimas de violência poderiam ser atendidas e encorajadas a denunciar o agressor, servindo assim de exemplo para outras mulheres.

“Quando recebemos a Drª Juliana pela primeira vez, conversamos sobre a necessidade da cidade ter um espaço exclusivo para as mulheres. Pensamos nesse local com muito carinho e amor para que elas se sentissem seguras e acolhidas. Todos os pacientes que chegam ao hospital são recebidos por uma equipe preparada para identificar as mulheres vítimas de violência. Assim, que é feita essa identificação, ela agora poderá ser levada para o espaço da mulher onde terá um atendimento privado e especializado. Toda a rede de apoio será acionada para proteger essas vítimas”, explicou a diretora do Hospital Desembargador Leal Junior, Patrícia Rodriguez, a pedido do prefeito, Marcelo Delaroli, que estava no evento e cedeu sua vez para que apenas mulheres falassem na inauguração.

Além da presença da juíza, do prefeito, Marcelo Delaroli, e da diretora do hospital, participaram da solenidade, os secretários municipais de Saúde, Sandro Ronquetti; de Desenvolvimento Social, Marcos Araújo; a primeira-dama do município, Pâmela Delaroli; o Ouvidor da Prefeitura, Faustino Rodriguez e os familiares da professora Iramária Ramos Ataíde, que dá o nome ao espaço mulher. Já falecida, a pedagoga recebeu a homenagem por ter dedicado a sua vida na cidade para alfabetizar servidores municipais e implementar valores de cidadania na evangelização de crianças. O prefeito e a primeira-dama entregaram uma placa e flores para os familiares presentes ao evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: