Homens armados sequestram 140 estudantes em escola da Nigéria

Soldado em um carro que foi usado no resgate de garotas que haviam sido sequestradas na Nigéria, em 12 de março de 2021 — Foto: Afolabi Sotunde/Reuters

Homens armados sequestraram 140 estudantes de uma escola no estado de Kaduna, no noroeste da Nigéria, na madrugada de domingo (4). Provavelmente, o objetivo dos criminosos é exigir uma recompensa. Ataques deste tipo são comuns.

Um total de 156 estudantes dormiam no internato do colégio Bethel Secondary School, na cidade de Chikun, e os “sequestradores levaram 140 estudantes, 25 conseguiram escapar”, disse Emmanuel Paul, um professor da escola.

“Os homens armados escalaram a cerca para entrar na escola. Tudo indica que chegaram a pé”, explicou.

Esse foi o terceiro grande ataque em Kaduna nos últimos três dias.

No domingo, ao menos oito funcionários de um hospital desse estado foram sequestrados, segundo a polícia, apesar de as fontes locais afirmarem que os sequestrados foram 15.

Sete pessoas morreram em ataques na madrugada de domingo em cidades vizinhas, disse Samuel Aruwan, encarregado de segurança do governo de Kaduna.

Grupos criminosos, que as autoridades chamam de bandidos, aterrorizam os moradores do noroeste e centro da Nigéria. Atacam povoados, roubam gado e sequestram figuras públicas locais ou viajantes para cobrar resgate.

Eles operam em acampamentos na floresta de Rugu, que se estende pelos estados nigerianos de Zamfara, Katsina e Kaduna, assim como pelo Níger.

Apesar de agirem impulsionados pelo lucro, alguns são próximos a grupos extremistas islâmicos presentes no nordeste da Nigéria, a centenas de quilômetros de distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: