Há dez anos, Juninho voltou ao Vasco com gol de falta

No dia 6 de julho de 2011, Juninho Pernambucano reestreava pelo Vasco. Cercado de expectativa, ele coroou seu retorno com um gol com dois minutos de jogo. Não foi um lance qualquer, mas bem ao seu estilo, aquele que o consagrou. De falta, a 34,7 metros da meta, acertou um chute que fez a bola quicar na pequena área e trapacear o goleiro. “O Reizinho está de volta”, exclamou o narrador Luis Roberto.

Apesar da derrota por 2 a 1 para o Corinthians naquela noite, o torcedor vascaíno pôde celebrar o retorno de um ídolo em grande forma. Inspirado pela data, o ge buscou todos os gols de falta de Juninho pelo Vasco para selecionar os mais bonitos e marcantes nesta que é sua especialidade. O meia guardou 22 bolas em cobranças de falta pelo clube, 28,9% do total de 76 gols que tem no Vasco.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.

No vídeo do início desta reportagem, você assiste ao top 10 montado pelo ge e lê sobre o contexto de cada partida. O critério de seleção mescla a beleza e a dificuldade dos lances com momentos marcantes para Juninho e o Vasco. Ao fim desta reportagem, você pode votar no seu preferido e conferir a lista completa de todos os gols de falta do meia pelo clube.

10º lugar

Vasco 3 x 2 Criciúma | São Januário
Campeonato Brasileiro de 2013

Não é tão bonito, contou com a ajuda do goleiro, mas é histórico: o último gol da carreira de Juninho Pernambucano é em cobrança de falta. Em São Januário, 18.304 pessoas viram Juninho comandar a vitória sobre o Criciúma com uma assistência e aquele que seria seu último chute certeiro.

9º lugar

Corinthians 2 x 1 Vasco | Pacaembu
Campeonato Brasileiro de 2011
Só dois minutos foram necessários para que Juninho voltasse a marcar um gol pelo Vasco após 10 anos de carreira internacional. O Corinthians conseguiria a virada depois, mas, com esse chute, Juninho iniciou a nova jornada no clube que havia deixado em 2001, aclamado como campeão do Carioca, do Brasileiro (2x), da Mercosul, da Libertadores e do Rio-São Paulo. Agora, para viver os últimos anos da carreira.

8º lugar

Sport 0 x 2 Vasco | llha do Retiro
Campeonato Brasileiro de 2012
Furiosos com a escolha de Juninho por encerrar a carreira no Vasco, torcedores do Sport, clube que revelou o Reizinho, vaiaram o meia antes e durante o jogo. Era sua primeira partida na Ilha do Retiro após 13 anos, sem sossego. Mas as vaias serviram de combustível: Juninho marcou um lindo gol na segunda etapa para abrir o placar em um jogo difícil e comemorou muito diante do ex-clube.

7º lugar

Bahia 1 x 2 Vasco | Estádio de Pituaçu
Campeonato Brasileiro de 2012
Um chute perfeito, na gaveta, para deixar o goleiro parado. Melhor: Marcelo Lomba até ajoelhou. Foi com essa cena que Juninho marcou na vitória do Vasco fora de casa pela quarta rodada do Brasileiro de 2012. Àquela altura, o time tinha 100% de aproveitamento e iniciava a boa campanha que terminaria com a quinta colocação do campeonato.

6º lugar

Vasco 2 x 0 Fluminense | Maracanã
Campeonato Carioca de 1996
Em clássico, no Maraca e com um golaço. Foi esse o roteiro de Juninho para marcar de falta pela primeira vez no Vasco. Contra o Fluminense, no Carioca de 1996, o meia fechou a vitória por 2 a 0 que praticamente acabou com as chances do bicampeonato para o rival. A curva da bola não deu a menor chance de defesa.

5º lugar

Bahia 3 x 3 Vasco | Fonte Nova
Campeonato Brasileiro de 2000
No jogo de ida das oitavas de final do Brasileiro de 2000, o segundo conquistado por Juninho, o Vasco saiu perdendo por 2 a 0, mas conseguiu a virada ainda no primeiro tempo, com o terceiro gol marcado pelo meia, em lindo chute no ângulo. O jogo terminaria empatado e ficou marcado pelo milésimo gol do Vasco em Campeonatos Brasileiros, de Euller.

Juninho comemora o gol diante do Criciúma, seu último na carreira — Foto: Marcelo Sadio / Flickr do Vasco

4º lugar

Vasco 3 x 1 Santos | Maracanã
Torneio Rio-São Paulo de 1999
Na primeira partida da final do Rio-São Paulo de 1999, Juninho marcou, no segundo tempo, o gol que deu a vantagem ao Vasco, após uma primeira etapa que acabou 1 a 1. Na cobrança ensaiada com Felipe, o chute do Reizinho não acertou o ângulo, mas fez o suficiente para deixar o goleiro parado, sem saber para onde ir, enganado pela curva da bola.

3º lugar

Cruzeiro 1 x 3 Vasco | Mineirão
Campeonato Brasileiro de 2000
Até da lateral da grande área tem golaço. Foi assim que Juninho marcou para abrir os caminhos da vitória do Vasco, no Mineirão lotado, no jogo de volta da semifinal do Brasileiro em 2000. Enquanto a maioria esperava uma bola na área, o Reizinho percebeu a possibilidade de encobrir o goleiro rival e guardou.

2º lugar

Vasco 4 x 3 Fluminense | Maracanã
Campeonato Brasileiro de 2000
Ao contrário dos outros integrantes do top 5, este gol não é de um jogo decisivo de mata-mata. Quem faz valer a segunda colocação da lista é a própria beleza do chute. Uma bola cheia de curvas que parecia subir, mas caiu no ângulo esquerdo do goleiro tricolor. Destaque da virada sobre o rival em um jogo de sete gols, pela primeira fase do campeonato.

1º lugar

River Plate 1 x 1 Vasco | Monumental de Núñez
Copa Libertadores de 1998

Contra o River Plate, sensacional. Gol do Juninho, monumental. Não há como fugir do gol contra o River, pela semifinal da Libertadores de 1998, no estádio Monumental de Nuñez, para o primeiro lugar da lista. Uma batida de longe, no ângulo do goleiro argentino, que valeu a classificação para final contra o Barcelona de Guayaquil, em que o Vasco conquistaria o título continental pela primeira vez. Este gol foi escolhido, no ano passado, como o mais marcante de toda a história do Vasco, em eleição do ge com quase 50% dos votos.

GOLS DE FALTA DE JUNINHO PERNAMBUCANO PELO VASCO

GOL NºDATAADVERSÁRIOESTÁDIOCAMPEONATORESULTADO
109/06/96FluminenseMaracanãCampeonato CariocaVitória por 2 a 0
220/06/96America-RJRua BaririCampeonato CariocaVitória por 1 a 0
310/11/96Atlético-MGMineirãoCampeonato BrasileiroDerrota por 5 a 1
425/01/97SantosSão JanuárioTorneio Rio-São PauloEmpate em 3 a 3
520/06/97PeñarolSão JanuárioSupercopa da LibertadoresVitória por 3 a 1
622/07/98River PlateMonumental de NuñezCopa LibertadoresEmpate em 1 a 1
717/01/99OlariaEduardo GuinleAmistosoVitória por 5 a 1
828/02/99SantosMaracanãTorneio Rio-São PauloVitória por 3 a 1
911/04/99BotafogoMaracanãCampeonato CariocaVitória por 1 a 0
1029/07/99PeñarolCentenárioCopa MercosulDerrota por 2 a 1
1128/08/99SantosVila BelmiroCampeonato BrasileiroEmpate em 1 a 1
1213/09/00FluminenseMaracanãCampeonato BrasileiroVitória por 4 a 3
1325/11/00BahiaFonte NovaCampeonato BrasileiroEmpate em 3 a 3
1406/12/00PalmeirasSão JanuárioCopa MercosulVitória por 2 a 0
1523/12/00CruzeiroMineirãoCampeonato BrasileiroVitória por 3 a 1
1606/07/11CorinthiansPacaembuCampeonato BrasileiroDerrota por 2 a 1
1704/09/11América-MGArena do JacaréCampeonato BrasileiroDerrota por 4 a 1
1808/09/11CoritibaSão JanuárioCampeonato BrasileiroVitória por 2 a 0
1910/06/12BahiaPituaçuCampeonato BrasileiroVitória por 2 a 1
2017/06/12PalmeirasArena BarueriCampeonato BrasileiroEmpate em 1 a 1
2108/08/12SportIlha do RetiroCampeonato BrasileiroVitória por 2 a 0
2227/07/13CriciúmaSão JanuárioCampeonato BrasileiroVitória por 3 a 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: