Guias de turismo serão incluídos no Supera Rio para receberem auxílio emergencial

Anúncio foi feito em reunião da Comissão de Turismo da Alerj com o governo do estado

Os guias de turismo do estado vão ser incluídos no programa Supera Rio para receberem o auxílio emergencial de até R$ 300 que será pago pelo governo do estado. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (17/05), em reunião da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) com o secretário de Turismo, Gustavo Tutuca, no Palácio Guanabara.

Os profissionais do setor esperam há mais de um ano a regulamentação da Lei 8.858/20, que trata de auxílio para diferentes categorias. De acordo com Gustavo Tutuca, a saída encontrada, no momento, para atender a reivindicação dos guias foi inseri-los no Supera Rio. Serão contemplados os profissionais que fazem parte do Cadastur.

O benefício mínimo do programa será de R$ 200, com um adicional de R$50 por filho menor de idade, limitado a duas crianças ou adolescentes. Presidente da comissão, Alana Passos (PSL) cobrou resposta efetiva sobre a data de início do pagamento. Mas o governo ficou de enviar posicionamento posterior à comissão.

“Os guias estão migrando para outros setores para buscar meios de levar comida para casa. Mas esses profissionais são fundamentais para a retomada do setor. É preciso que o pagamento do auxílio seja o mais rápido possível. Eles precisam desse benefício para ontem”, ressaltou a deputada Alana Passos.

Integrante do grupo de parlamentares, a deputada Zeidan (PT) pediu prioridade aos guias e que o auxílio fosse aumentado. O secretário de Turismo explicou que não seria viável por questão de saúde financeira do estado e que seria preciso haver um novo projeto de lei priorizando a categoria.

“O Supera Rio já foi estudado e tem viabilidade financeira. Mas o parlamento é soberano. Se a Alerj entender que deve fazer um auxílio maior para os guias de turismo, vou achar ótimo. Mas, agora, não pode ser uma decisão do governador.
Vice-presidente da comissão, Adriana Balthazar (Novo) reforçou que é melhor garantir o benefício de forma imediata e seguir pleiteando melhorias.

“Turismo será a chave para a retomada econômica do Rio de Janeiro. Saímos daqui com o compromisso firmado e vamos garantir essa resposta rápida do auxílio a esses profissionais tão relevantes para o setor. Em seguida, como comissão, pensamos em um novo projeto”, completou Adriana Balthazar.

Também participaram da reunião os demais integrantes da comissão de Turismo, os deputados Célia Jordão (Patriota) e Noel de Carvalho (PSDB), bem como o subsecretário da Casa Civil, Fábio Serrão, e o presidente da TurisRio, Sérgio Ricardo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: