Guedes foi ‘burro’ na gestão durante a pandemia, afirma Mandetta

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista à Folha de São Paulo, criticou a dicotomia criada pelo titular do ministério da Economia, Paulo Guedes. Segundo ele, Guedes, foi “burro” e criou “falso dilema” entre saúde e economia. Ministro da Saúde de 1º de janeiro de 2019 a 16 de abril de 2020, Mandetta afirmou que “Paulo Guedes é o responsável por não gerir a economia sincronizado com a saúde” e que ministro perdeu o “timing“.

Ainda de acordo com ele, Guedes além de indicar Nelson Teich, foi responsável pela sabotagem ao breve ex-ministro da Saúde. 

Auxílio emergencial

A preocupação com o teto de gastos fez com que Guedes limitasse o auxílio emergencial a R$ 600. Para Mandetta, ainda assim o Orçamento “explodiu”, e a culpa disso foi o ministro da Economia “não escutar“. 

“Perdeu toda sua equipe. Depois deixou quatro meses sem auxílio e assistiu Pazuello [Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde] fazendo nada. E fez nada junto. Sentou em cima da vacina e jogou fora o ano econômico. Agora perde cada vez mais a credibilidade ao querer ensinar ao Congresso o que fazer com o pesadelo que ele mesmo criou. Não entrega nada. É apenas um lastimável animador de mercado”, afirmou Mandetta na entrevista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: