Guarda Municipal faz campanha para conscientizar motociclistas de Japeri

A Guarda Municipal de Japeri realizou nesta sexta-feira (5) uma campanha educativa, de conscientização, junto aos motociclistas para que eles e os caronas usem devidamente os equipamentos de segurança, a exemplo do capacete e da antena corta pipa.

A operação que contou com a participação do 24º Batalhão da Polícia Militar, fez parte do Dia D da campanha ‘SOS Hospital da Posse” para reduzir o impacto de atendimentos a acidentados, principalmente de casos graves, como fraturas expostas e traumatismos cranianos.

Os agentes da Secretaria de Segurança e Ordem Urbana passaram o dia panfletando e conversando com os motociclistas, sobretudo mototaxistas, que eram convidados a estacionar em diversos pontos de Engenheiro Pedreira e Centro de Japeri para receberem orientações. Muitos passageiros perderam a viagem no meio do caminho, porque não usavam o capacete no banco do carona, como manda a lei.

Em 2018, dos 3.668 acidentados que deram entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (Hospital da Posse), 46% ou 1.686 feridos eram motociclistas, dos quais 30% precisaram de internação.

Preocupada com a evolução dos números de acidentes com motociclistas, a direção do Hospital da Posse se reuniu durante dois meses com representantes dos municípios de Nova Iguaçu, Nilópolis, São João de Meriti e Japeri propondo medidas que ajudem a reduzir o impacto das vítimas de acidentes de moto na maior emergência da região da Baixada Fluminense, que convive diariamente com o problema de superlotação.

EM JAPERI SÃO 600 MOTOTAXISTAS

Para o secretário de Governo, Rodrigo Marques, que representou o prefeito em exercício de Japeri, Cezar Melo, a operação desta sexta-feira teve como objetivo orientar os motociclistas sobre importância de um trânsito seguro.

“A campanha é uma experiência praticamente inovadora, de forma a mobilizar os motociclistas sobre as condições de segurança necessárias à sua proteção e também dos passageiros.   Além da perda e da incapacidade de muitas pessoas, esses acidentes acabam tendo um impacto significativo nos hospitais”, explicou o secretário, que também fez panfletagem na Praça Olavo Bilac, no Centro de Engenheiro Pedreira.

Coordenador da Guarda Municipal, Alex Braga disse que pelo menos 1.200 motocicletas circulam atualmente pela cidade de Japeri, das quais aproximadamente 600 delas pilotadas por mototaxistas.

“A nossa meta é conscientizar o motociclista para a necessidade de usar os equipamentos de segurança. Desde que assumimos o governo, em 2017, realizamos um trabalho preventivo, hercúleo, para que respeitem as leis de trânsito”, disse o coordenador.

Ainda de acordo com Braga, uma das primeiras ações da Secretaria de Segurança e Ordem Urbana foi a criação do Decreto 2507/2017, determinado pela Lei Federal 12.009/2009, que regulamenta a atividade do mototaxista. “Fomos pioneiros no Brasil”, lembrou.

Dos cerca de 600 mototaxistas da cidade, 68 já estão totalmente legalizados e mais 60 deles em fase de processo de regularização. “O que nós queremos é dar dignidade a essa classe trabalhadora, que merece o nosso apoio. Mas, para isso é preciso que eles façam também o dever de casa, cumprindo o que determina a lei”, conclamou Alex Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito