Governo revisa para cima projeção para inflação em 2021

Carne em açougue de Brasilia – O preço da carne bovina deve continuar em alta em 2020, diante da estimativa de aumento na produção do produto em 22,2% e maior demanda por parte do mercado externo | Sérgio Lima/Poder 360 06.dez.2019

O Ministério da Economia revisou para cima a projeção para o IPCA, índice que mede a inflação no país, em 2021. O órgão espera alta de 4,42%. No final do ano passado, a projeção era de 2,94%.

Segundo nota publicada nesta 4ª feira (17.mar.2021), o principal responsável pela elevação da projeção foi o preço dos alimentos.

Essa alta da inflação acima do esperado deve pressionar o Banco Central a elevar a taxa básica de juros, a Selic, no final do dia, quando será concluída a reunião do Copom. Em 12 meses, o IPCA acumula alta de 5,2%, encostando na margem limite definida pela autoridade monetária, de 5,25%.

Na avaliação do governo, as expectativas já mostram convergência para o centro da meta de inflação a partir de 2022, inclusive com valores menores. As metas de inflação para 2022 e 2023 são de 3,5% e 3,25%, respectivamente.

PIB

O Ministério da Economia manteve em 3,2% a expectativa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) neste ano.

“As incertezas são elevadas com os desafios de enfrentamento à pandemia, mas deve-se considerar os indicadores no primeiro bimestre que apontam continuidade da recuperação da atividade econômica”, diz a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: