Governo informa FPF de que Campeonato Paulista vai ser paralisado

A FPF (Federação Paulista de Futebol) foi informada pelo governo de São Paulo de que o futebol vai parar no Estado.

A decisão contraria a Federação, que havia se manifestado favorável à continuação do Campeonato Paulista. Os clubes da primeira divisão vão se reunir às 15h desta quinta-feira para debater os próximos passos, o que inclui a possibilidade de jogar em outros Estados. A Federação vai se pronunciar depois disso.

O anúncio da paralisação deve ser feito pelo governador João Doria (PSDB) em entrevista coletiva no começo da tarde. A tendência é de que a medida já valha para a rodada do fim de semana do Campeonato Paulista. O jogo desta noite, entre Palmeiras e São Caetano, deve ser mantido.

O Paulistão teve disputadas as três primeiras rodadas, de um total de 12, na fase de grupos. A paralisação, se confirmada, repetirá o que aconteceu no ano passado, quando o campeonato parou em 16 de março, conforme se propagava a pandemia do novo coronavírus no Brasil. A competição só retornou em 22 de julho, mais de quatro meses depois.

Clubes e FPF ainda não sabem se a proibição será exclusiva para jogos ou se também valerá para os treinamentos. Além do Campeonato Paulista, estão em andamento a Copa do Brasil e a Libertadores da América. O Corinthians, por exemplo, já argumenta que seu centro de treinamentos é um espaço particular e que precisa se preparar para o torneio nacional.

A ideia de parar o futebol vinha sendo analisada nos últimos dias, devido ao agravamento do quadro epidemiológico no Estado. Havia a expectativa de que o anúncio já ocorresse nesta quarta – o governo decidiu esperar, mas deixou claro que poderia acontecer a qualquer momento.

Até esta quarta-feira, São Paulo havia registrado 62.570 mortes por Covid e mais de 2 milhões de casos. O ocupação de UTI está em 83% no Estado.

Paulistão já não deve ter os jogos do fim de semana — Foto: Fernando Vidotto

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, Delegado Olim, disse ao ge que recebeu a confirmação da paralisação do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e que em seguida comunicou a decisão ao presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.

Na última quarta-feira, em apresentação de relatório sobre medidas de prevenção à Covid-19, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, afirmou que partidas da Copa do Brasil marcadas para estados em restrições seriam disputadas em locais onde não há proibição da realização de partidas. Em São Paulo, Mirassol e Red Bull Bragantino têm confronto marcado para o dia 18 de março, em Mirassol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: