Governador Cláudio Castro sinaliza a criação de autoridade marítima do estado

O governador Cláudio Castro (PL) vai acatar o pedido do Cluster Tecnológico Naval e criar uma autoridade marítima no Estado do Rio de Janeiro com a missão de articular ações para fomentar a chamada “economia do mar”. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (05/07), durante reunião pedida pela presidente da Comissão da Indústria Naval da Alerj, deputada Célia Jordão (patriota), com integrantes do Cluster.
O governador deu prazo de 15 dias para o grupo formatar a ideia junto com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e apresentar como a medida se desenvolverá na prática. O Cluster existe desde 2018 e é formado pelas estatais federais Emgepron, Amazul, Nuclep, além da Condor Tecnologias Não Letais, a única privada do grupo.
Na reunião foi apresentado o plano de ação elaborado pelo Cluster para fomentar a chamada matriz insumo-produto do setor, que vai da construção de navios e plataformas de petróleo até o turismo e lazer náuticos, passando pela questão da política de conteúdo nacional e a da pesca.
“As ações já estão mapeadas. O que falta hoje é uma coordenação e articulação com todos os atores envolvidos (governos federal, estadual e municipais, empresas e Alerj) para fazer esse barco entrar no prumo”, disse o presidente da Emgepron, almirante Edésio Teixeira. Ele lembrou que foi por falta de articulação política que o Rio não foi capaz sequer de disputar a concorrência para a construção de quarto novas fragatas da Marinha, vencida em 2019 por um consórcio que se instalou no Porto de Itajaí, em Santa Catarina. 
O governador lembrou que, desde a campanha de 2018, fala da importância da indústria naval e da economia do mar para o estado. “Como se diz na igreja, vocês estão pregando para um convertido. Me dêem a missão que eu cumpro”, afirmou. 
Como presidente da Comissão Especial da Indústria Naval, Offshore e de Petróleo e Gás da Alerj, a deputada Célia Jordão destacou que é preciso retomar a força da indústria naval dentro de um planejamento estratégico com o apoio do Governo Federal, do Governo do Estado e da Marinha do Brasil.  “Já nos reunimos com Petrobras, ANP, Firjan, Sinaval, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Conselho Diretor do Fundo de Marinha Mercante, senadores, universidades, trabalhadores do setor, Emgeprom e Cluster Tecnológico Naval para ouvir e buscar um caminho integrado de desenvolvimento. Agradeço ao governador Cláudio Castro que abriu essa oportunidade de diálogo para que possamos avançar ainda mais com os trabalhos na direção do desenvolvimento e da geração de emprego e renda para a população”, disse a deputada.
Também participaram da reunião o ex-comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa; o presidente da Condor, Carlos Erane Aguiar, e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Vinícius Farah.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: