Governador Cláudio Castro: ‘O Rio de Janeiro tem uma vocação energética’

No caminho de retomada do crescimento econômico do estado, uma das diretrizes será o investimento em energia, não apenas no petróleo. A afirmação do governador Cláudio Castro resumiu um dos focos do governo para recuperar o desenvolvimento do Rio de Janeiro durante evento promovido nesta quinta-feira, dia 20, pela rádio BandNews, em parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio). Castro, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o presidente da instituição, Antonio Queiroz, abordaram temas como industrialização, infraestrutura e o cenário pós-pandemia em debate mediado pelo jornalista Rodolfo Schneider.

– Temos uma vocação energética, e o gás é importante neste cenário. O empreendimento da retomada do estado é o Porto do Açu, que tem um potencial logístico imenso. Nesta questão, nosso trabalho também se concentra para que a Baixada Fluminense se consolide, em breve, como um polo de logística – afirmou o governador ao ressaltar que o Rio de Janeiro tem, atualmente, 61,2% da produção nacional de gás natural, que pode ser o combustível para a reindustrialização do estado. 

Castro destacou que já estão em elaboração projetos de melhoria de infraestrutura em Campos dos Goytacazes, São Gonçalo, Itaboraí e também na capital, onde o governo trabalha em parceria com a Prefeitura do Rio para a recuperação dos acessos ao Distrito Industrial de Santa Cruz, na Zona Oeste carioca. Além disso, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), cerca de R$ 150 milhões já estão sendo alocados na revitalização das vias urbanas de todos os 92 municípios fluminenses. O governador lembrou também que os recursos vindos do leilão dos serviços de saneamento público serão revertidos em investimentos.

– A concessão mostrou a volta da segurança jurídica ao estado. Fico feliz com o ágio alcançado, pois significa a retomada da confiança, e é uma prova que o Rio de Janeiro está dando a volta por cima – disse Castro, que completou:

– Vale lembrar que, além do valor de outorga de R$ 22,6 bilhões, serão investidos aproximadamente R$ 27,1 bilhões em obras e gerados cerca de 24 mil empregos diretos e indiretos – ressaltou o governador.

Auxílio emergencial SuperaRJ

O governador reforçou que o auxílio emergencial estadual, o Supera RJ, começará a ser pago ainda este mês. Realizado em parceria com a Alerj, o programa de ajuda financeira para famílias e empresas que sofreram com as consequências da pandemia do novo coronavírus prevê pagamentos mensais de R$ 200 (com um acréscimo de R$ 50 para cada filho, limitado a dois menores).

– Costumo dizer que precisamos de duas vacinas: a do braço e outra contra a fome. Vamos lançar, ainda neste mês, o auxílio emergencial do Rio de Janeiro – concluiu Cláudio Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: