Gastei tempo discutindo a bobagem do voto impresso, diz Barroso

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta sexta-feira (13) que gastou tempo discutindo “a bobagem do voto impresso” enquanto foi presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em palestra no XXIV Congresso Brasileiro de Magistrados, em Salvador, o ministro falou ainda que deveria ter pautado questões identitárias, como a reserva de vagas para mulheres no Congresso Nacional.

Segundo o jornal Valor Econômico, no evento, Barroso defendeu a preservação das eleições livres como base para a democracia constitucional, e citou países como Venezuela, Hungria e Rússia como exemplos de recessão democrática.

“O mundo vive um momento lúgubre, triste e agressivo. Em tempos assim, é preciso ter cuidado para não entrar no clima, para não ser parte da negatividade geral”, avaliou.

O ministro também abordou sobre o perigo da internet para a democracia. Segundo ele, virou um espaço onde “se difunde ódio e desinformação”, além de “propagar a intolerância”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.