Gabigol, 100 vezes Flamengo

Quando Gabigol chegou ao Flamengo, em janeiro de 2019, nem o mais otimista dos rubro-negros imaginaria a história que seria escrita pelo atacante com a camisa do clube. Pouco mais de dois anos depois, o jogador disputará no domingo, diante do Corinthians, no Maracanã, sua 100ª partida pela equipe.

Com sintonia rara com a torcida, muitos gols e conquistas importantes, o atacante já conquistou espaço cativo entre os grandes ídolos da história do clube.

Nas 99 partidas disputadas até aqui, Gabigol fez valer seu apelido e marcou 68 vezes. Os dois mais importantes na épica final da Libertadores de 2019, em que o Flamengo venceu o River Plate por 2 a 1, de virada, nos acréscimos. Tornou-se Rei da América e de uma geração de rubro-negros. Foi fundamental também nos títulos do Brasileiro, Supercopa, Recopa e Carioca (duas vezes). Com contrato até o fim de 2024, a promessa é de mais gols e taças.

Gabigol: 100 jogos de uma relação de amor com Flamengo - Pedro Martins/ Foto FC

XODÓ DA CRIANÇADA

Vital na luta pelo bicampeonato brasileiro, o jogo 100 de Gabriel será no palco que virou salão de festas do artilheiro, o Maracanã. Mas faltarão os convidados especiais, os torcedores do Flamengo, com quem o jogador criou uma relação rara.

Com irreverência, mudanças de corte de cabelo e comemorações marcantes, Gabigol já alcançou um status de ídolo poucas vezes visto no futebol brasileiro neste século. Crianças rubro-negras e até torcedoras de clubes rivais passaram a imitar cada gesto do atacante. Sua marca registrada, a plaquinha “Hoje tem gol do Gabigol” virou mania nas arquibancadas e nas redes sociais. Com a camisa do Flamengo, o jogador é um ídolo que conhece seu peso e sabe potencializar sua imagem.

Gabigol com pequenos torcedores do Flamengo na entrada dem campo - Pedro Martins/ Foto FC

BÊNÇÃO DOS ÍDOLOS

Símbolo maior da história do Flamengo, Zico assegura que Gabigol também tem seu espaço reservado no rol dos grandes jogadores rubro-negros de todos os tempos. O camisa 9 e o Galinho são os únicos a marcar dois gols em final de Libertadores pelo clube.

– O espaço dele, assim como dos outros de 2019, é de ídolo. Entraram para história do clube, deram as maiores alegrias dos últimos tempos. Gosto muito do Gabigol. Quando tive oportunidade de conhecer, fiquei encantado como se comportou comigo. Desejo o maior sucesso – disse Zico.

A plaquinha "Hoje tem gol do Gabigol" marca a relação do atacante com a torcida - Pedro Martins/ Foto FC

Jogador que mais atuou pelo Flamengo na história com 865 partidas, Júnior entende o clube como ninguém. Hoje comentarista, ele também coloca o atual camisa 9 na prataleira dos maiores ídolos rubro-negros.

– O Gabriel, sem dúvida, já tem um lugar cativo na lista dos grandes ídolos da história do clube, principalmente por causa da participação no ano mágico de 2019. E ele ainda tem muito tempo. O investimento nele (cerca de R$ 110 milhões na cotação atual) foi extremamente valioso.

O PARCEIRO

Gabigol não foi o único atacante que trocou o Santos pelo Flamengo em janeiro de 2019. Uma semana depois do acerto com o camisa 9, a diretoria rubro-negra anunciou a contratação de Bruno Henrique. Ali surgia uma dupla para a história do Flamengo. Dentro de campo, os dois combinam perfeitamente. Fora dele, trocam elogios com frequência.

– A gente se movimenta bastante ali na frente. Os jogadores que entram também. As possibilidades de todo mundo fazer gol são bem grandes. O Gabriel tem uma visão incrível dentro de campo. A gente se entende superbem. Que essa parceria continue, com os dois dando assistências e fazendo gols – afirmou Bruno Henrique em julho de 2020.

Bruno Henrique é quem mais deu assistências para os 68 gols de Gabigol pelo Flamengo, com 11 passes. E Bruno é quem mais se beneficiou das assistências de Gabriel: nove vezes. Veja o levantamento de Guilherme Maniaudet, integrante da equipe do Espião Estatístico.

Gabigol, 100 vezes Flamengo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: