Furto de energia: Operação da Enel em Petrópolis termina com três prisões em flagrante

Nos locais, técnicos identificaram e removeram ligações diretas na rede da Enel;

Irregularidades foram encontradas em dois restaurantes e uma barbearia

Furtar energia é crime, afeta a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e coloca a população em risco.

A Enel Distribuição Rio realizou uma operação de combate ao furto de energia, em Petrópolis, nesta quinta-feira (18), e encontrou irregularidades em três estabelecimentos comerciais, no Alto da Serra. As inspeções contaram com a participação de agentes da Polícia Civil e terminaram com a prisão em flagrante dos responsáveis por dois restaurantes e por uma barbearia no bairro. Eles foram foram encaminhados para a 105ª DP.

Nos três imóveis, os técnicos removeram ligações diretas na rede da Enel, sem passar por aparelho de medição de consumo, e aplicaram o Termo de Ocorrência de Inspeção, formalizando a verificação das irregularidades. Além de ser crime, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecargas na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

No ano passado, foram encontrados 170 mil casos de furtos de energia na área de concessão da companhia. Com isso, a Enel Distribuição Rio conseguiu recuperar mais de 396 milhões de kWh de energia furtada. Este volume recuperado pela distribuidora em 2023 seria suficiente para abastecer aproximadamente 167 mil residências por um ano com consumo médio mensal de 197 kWh. O município de Magé liderou o ranking de irregularidades, com quase 56 mil ocorrências e índice de 41,6% de perdas de energia. São Gonçalo vem na sequência, com 35 mil incidências e 38,4% de perdas, seguido pelas localidades de Araruama, com mais de 5 mil registros (29%) Cabo Frio, com 4 mil flagrantes (24,3%) e Angra dos Reis com 11 mil registros (23%).

Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a Enel realiza, além dos operativos, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo. Para denunciar o furto de energia, basta acessar o aplicativo Enel Rio. Não é necessário se identificar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *