Fluminense e Bragantino empatam por 2×2, tricolor mantém competitividade, mas não resolve “dilema” no meio

Um empate jogando fora de casa, contra um adversário complicado e sem metade do time titular já não poderia ser considerado um resultado ruim, saindo perdendo de 2 a 0 então… O mistão do Fluminense viveu altos e baixos no último domingo no Estádio Nabi Abi Chedid, mas não fez feio no 2 a 2 com o Bragantino.

Bragantino x Fluminense - Melhores Momentos

Bragantino x Fluminense – Melhores Momentos

Mesmo sem Luccas Claro, Martinelli, Nenê, Gabriel Teixeira e Fred, o time alternativo conseguiu ser competitivo. Apesar do empate ter saído só nos acréscimos do segundo tempo, o Fluminense produziu na mesma proporção que seu adversário: foram 13 finalizações e oito chances de gol, contra 16 arremates e as mesmas oito oportunidades do Bragantino.

Teve uma cabeçada de Ganso no travessão, seguida por um voleio cruzado de Caio Paulista; um chute de Abel Hernández quase na pequena área que saiu fraco; um lance em que Bobadilla tentou driblar Cleiton e foi desarmado, no rebote Abel chutou para fora sem goleiro; e houve ainda uma finalização de Caio Paulista raspando a trave antes dos dois gols.

Mistão do Fluminense viveu altos e baixos contra o Bragantino — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Se ofensivamente as peças mostraram que o Fluminense está bem servido, apesar de Luiz Henrique ter ficado devendo, defensivamente ficou uma preocupação. Principalmente na saída de bola, onde o time errou nos dois gols sofridos e ainda ofereceu mais chances ao adversário. E Roger Machado ainda não conseguiu resolver um “dilema” no meio de campo: como substituir Martinelli.

Scout – Bragantino x Fluminense

QuesitoBragantinoFluminense
Posse de bola57%43%
Finalizações1613
Chances de gol88
Faltas118
Desarmes3220
Passes errados82108
Impedimentos02

O técnico não conta no elenco com jogadores com as mesmas características de seus volantes titulares. Contra o Bragantino, Wellington foi o escolhido para começar no lugar do poupado Martinelli, mas teve dificuldade com a marcação sob pressão do adversário e não transmitiu segurança no primeiro teste de olho nas oitavas de final da Libertadores, quando o titular cumprirá suspensão contra o Cerro Porteño no Paraguai.

O retorno de Ganso?

Por outro lado, o teste teve saldo positivo para Ganso. De volta ao time titular depois de um mês (e de quase ter sido emprestado para o Santos), o camisa 10 tricolor mostrou como ainda pode ser muito útil. Finalizou a gol, criou chances, deu chapéu e até bote para desarmar na entrada da área, como exige Roger de seus homens de frente. “Briga” vai ser boa com a volta de Cazares.

Ganso voltou a ser titular contra o Bragantino depois de um mês — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

O Fluminense terminou a rodada em sétimo lugar com cinco pontos. Os jogadores dormiram em Atibaia, no interior de São Paulo, retornam ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira e se reapresentam na tarde de terça no CT Carlos Castilho, quando Roger dará início à preparação para o jogo da próxima quinta contra o Santos, às 19h (de Brasília) no Maracanã. A tendência é que o time volte a ter força máxima na partida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: