Flamengo, São Paulo e Atlético têm Bragantino como esperança

O Vasco concentrou-se em Atibaia para um jogo decisivo. Sua outra vantagem é o fato de o Bahia ter jogado contra o Corinthians na quinta-feira à noite e perdido Ruan Pablo Ramírez, por suspensão.

VASCO – Problemas – Nenhum – Time provável (4-1-4-1) – Fernando Miguel, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes e Leo Gil; Yago Pikachu, Benítez e Talles Magno; Cano. Técnico: Vanderlei LuxemburgoAnálise: em meio a maratona de jogos, Flamengo sofre com cansaço e pouca  articulação | flamengo | ge

Últimos cinco jogos – v-d-d-v-e

BAHIA – Problemas – Ruan Pablo Ramírez (terceiro cartão), Élton (machucado), Matheus Claus (machucado) – Time provável (4-1-4-1) – Douglas, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Matheus Bahia; Gregore; Rossi, Ronaldo, Ramon e Thiago Andrade; Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti

Últimos cinco jogos – v-d-d-d-d

CURIOSIDADE – Para ser campeão da Taça Brasil de 1959, o Bahia eliminou o Vasco na semifinal.

RETROSPECTO – No ano passado, o Bahia conquistou

PALPITE – Vasco

ARBITRAGEM – Wilton Pereira Sampaio (GO); Fabrício Vilarinho da Silva (GO), Bruno Raphael Pires (GO)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)

ATLÉTICO GOIANIENSE x SÃO PAULO

Domingo, Castelo do Dragão, 16h

ANÁLISE – Pela primeira vez desde 26 de dezembro, o São Paulo poderá escalar os onze titulares que levaram o time à liderança. Mas não será fácil vencer o Atlético, em Goiânia.

ATLÉTICO GOIANIENSE – Problemas – Jean (contrato com o São Paulo), Danilo Gomes (contrato com o São Paulo), Roberson (machucado) – Time provável (4-2-3-1) – Gabriel Bernard, Dudu, João Victor, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Marlon Freitas; Wellington Rato, Vítor Leque e Janderson; Zé Roberto. Técnico: Marcelo Cabo

Últimos cinco jogos – e-v-d-v-v

SÃO PAULO – Problemas – Nenhum – Time provável (4-4-2) – Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Gabriel Sara, Daniel Alves, Luan e Igor Gomes; Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

 

Últimos cinco jogos – d-d-e-d-e

CURIOSIDADE – No primeiro turno, Fernando Diniz seria demitido se perdesse para o Atlético Goianiense. A situação praticamente se repete neste segundo turno.

RETROSPECTO – O São Paulo enfrentou o Atlético em Goiânia quatro vezes pelo Brasileirão e só venceu a última, em 2017, por 1 x 0, gol de Hernanes.

PALPITE – São Paulo

ARBITRAGEM – Bráulio da Silva Machado (SC); Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA), Johnny Barros de Oliveira (SC)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Wágner Reway (PB)

CORITIBA x GRÊMIO

Domingo, Couto Pereira, 16h

ANÁLISE – O Grêmio precisa vencer para não correr o risco de ser ultrapassado pelo Fluminense e jogará normalmente hostil para o clube. O Coritiba se reforça com Róbson, mas deve repetir a base do empate contra o São Paulo.

CORITIBA – Problemas – Sabino (recuperação de covid), Guilherme Biro (recuperação covid) – Time provável (4-1-4-1) – Wilson, Natanal, Nathan Ribeiro, Vermudt e Jonathan; Nathan Silva; Luiz Henrique, Hugo Moura, Galdezani e Rafinha; Róbson. Técnico: Gustavo Morínigo

Últimos cinco jogos – d-e-v-e-e

GRÊMIO – Problemas – Matheus Henrique (terceiro cartão), Kannemann (terceiro cartão), Geromel (machucado), Pepê (machucado, dúvida) – Time provável (4-2-3-1) – Vanderlei, Victor Ferraz, Rodrigues, David Braz e Diogo Barbosa; Lucas Silva e Thaciano; Alisson, Jean Pyerre e Ferreira; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

Últimos cinco jogos – d-e-e-e-d

CURIOSIDADE – O primeiro jogo no Couto Pereira foi pela Taça Brasil de 1960, com empate por 1 x 1, gol de Duílio para o Coritiba e Élton para o Grêmio.

RETROSPECTO – O Grêmio venceu em sua última visita ao Couto Pereira, em 2017, e encerrou um tabu de nove anos sem vitórias na casa coxa-branca.

PALPITE – Empate

ARBITRAGEM – Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP); Marcelo Carvalho Van Gasse (SP), Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

 

ÁRBITRO DE VÍDEO – José Cláudio Rocha Filho (SP)

ATLÉTICO MINEIRO x FORTALEZA

Domingo, Mineirão, 17h

ANÁLISE – A ausência de Keno dificulta, mas o Atlético tem a chance de somar seis pontos contra Fortaleza e Goiás e torcer para o Internacional perder pontos para Bragantino e Athetico. Não pode ser pelo desfalque a desculpa por eventual tropeço.

ATLÉTICO MINEIRO – Problemas – Keno (machucado) – Time provável (4-1-4-1) – Éverson, Guga, Réver, Junior Alonso e Arana; Allan; Savarino, Jair, Hyoran e Nathan; Vargas. Técnico: Jorge Sampaoli

Últimos cinco jogos – v-v-e-d-v

FORTALEZA – Problemas – Paulão (terceiro cartão), Juninho (terceiro cartão), Romarinho (machucado), Bruno Melo (machucado), Enderson Moreira (covid) – Time provável (4-4-2) – Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão Jackson e Tinga; Mariano Vásquez, Juninho, Felipe e Osvaldo; David e Yuri César. Técnico: Leonardo Porto (Enderson Moreira com covid)

Últimos cinco jogos – d-e-d-v-d

CURIOSIDADE – Nos últimos quatro jogos contra o Fortaleza, o Atlético perdeu duas e empatou duas vezes.

RETROSPECTO – Só houve três vezes Atlético x Fortaleza no Mineirão e o Fortaleza venceu duas vezes. Em 1974 e 2005. O Atlético só ganhou em 1986.

PALPITE – Atlético

ARBITRAGEM – Leandro Pedro Vuaden (RS); Jorge Eduardo Bernardi (RS), José Eduardo Calza (RS)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Daniel Nobre Bins (RS)

INTERNACIONAL x BRAGANTINO

Domingo, Beira Rio, 18h15

ANÁLISE – Abel Braga disse logo depois da vitória no Grenal que o jogo contra o Bragantino seria difícil. Será. O Bragantino não perde há cinco partidas e tem a dupla de ataque que mais se completa. Ytalo tem sete passes para gols, seis para Claudinho, artilheiro do Brasileiro com 16.

INTERNACIONAL – Problemas – Thiago Galhardo (machucado) – Time provável (4-1-4-1) – Marcelo Lomba, Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourato; Caio Vidal, Edenílson, Praxedes e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga

 

Últimos cinco jogos – v-v-v-v-v

BRAGANTINO – Problemas – Fabrício Bruno (covid), Lucas Evangelista (machucado) – Time provável (4-4-2) – Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Artur, Raul, Ryller e Helinho; Claudinho e Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri

Últimos cinco jogos – v-e-v-v-v

CURIOSIDADE – Maurício Barbieri e Abel Braga só se enfrentaram pelo Brasileiro num Fla-Flu de 2017, vencido pelo Flamengo, de Barbieri, por 2 x 0, gols de Henrique Dourado e Felipe Vizeu.

RETROSPECTO – Em cinco confrontos no Beira Rio, houve três empates e duas vitórias do Internacional.

PALPITE – Empate

ARBITRAGEM – Sávio Pereira Sampaio (DF); Daniel Henrique da Silva Andrade (DF), José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Heber Roberto Lopes (SC)

CEARÁ x ATHLETICO PARANAENSE

Domingo, Castelão, 19h

ANÁLISE – Em casa e sonhando com vaga na Libertadores, o Ceará parece mais forte do que o Athletico, apesar do possível retorno de Citadini.

CEARÁ – Problemas – Eduardo (expulso) – Time provável (4-2-3-1) – Richard, Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho e Fernando Sobral; Lima, Vina e Léo Chú; Cléber. Técnico: Guto Ferreira

Últimos cinco jogos – d-v-d-d-v

ATHLETICO PARANAENSE – Problemas – Lucho González (machucado) – Time provável (4-4-2) – Santos, Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Fernando Canesin, Richard, Christian e Carlos Eduardo; Nikão e Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori

Últimos cinco jogos – v-e-v-d-v

CURIOSIDADE – Em qualquer lugar, o Athletico não perde para o Ceará há seis partidas, com quatro empates e duas vitórias rubro-negras.

RETROSPECTO – O Ceará só perdeu o primeiro dos seis jogos contra o Athletico Paranaense, em Fortaleza, pelo Brasileiro. Aconteceu em 1973, por 1 x 0, gol de Buião.

PALPITE – Ceará

ARBITRAGEM – Rodrigo Dalonso Ferreira (SC); Henrique Neu Ribeiro (SC), Éder Alexandre (SC)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)

 

FLUMINENSE x GOIÁS

Domingo, Nílton Santos, 20h30

ANÁLISE – Os desfalques do Fluminense são o entrave para ter um jogo tranquilo. O Goiás tem a confiança de ter vencido o Santos, na Vila Belmiro. Mas o Flu tem a motivação de saber que pode ultrapassar o Grêmio em caso de vitória.

FLUMINENSE – Problemas – Yago Felipe (terceiro cartão), Felippe Cardoso (covid), Michel Araújo (machucado, dúvida) – Time provável (4-1-4-1) – Marcos Felipe, Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli; Luiz Henrique, Hudson, Nenê e Lucca; John Kennedy. Técnico: Marcão

Últimos cinco jogos – v-d-v-e-v

GOIÁS – Problemas – Nenhum – Time provável (3-5-2) – Tadeu; David Duarte, Iago Mendonça e Heron; Shaylon, Breno, Henrique Lordelo, Daniel Silva e Jefferson; Fernandão e Rafael Moura. Técnico: Glauber Ramos.

Últimos cinco jogos – v-v-d-d-v

CURIOSIDADE – O primeiro jogo da história pelo Brasileiro aconteceu em 1974, com empate por 1 x 1. Duque era técnico do Fluminense e Dino Sani, do Goiás.

RETROSPECTO – No Campeonato de 2019, o Goiás venceu o Fluminense no Maracanã por 1 x 0, gol de Rafael Vaz.

PALPITE – Fluminense

ARBITRAGEM – Raphael Claus (SP); Danilo Ricardo Simon Manis (SP), Daniel Paulo Ziolli (SP)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Márcio Henrique de Góis (SP)

SPORT x FLAMENGO

Segunda-feira, Ilha do Retiro, 20h

ANÁLISE – Quase completo, o Flamengo pode se aproximar do líder nesta rodada se ganhar no Recife. Sport pensa na partida como decisão, para não entrar na zona de rebaixamento.

SPORT – Problemas – Marcão (terceiro cartão) – Time provável (4-4-2) – Luan Polli, Raul Prata, Maidana, Adryelson e Júnior Tavares; Patric, Ronaldo Henrique, Betinho e Marquinhos; Thiago Neves e Dalberto. Técnico: Jair Ventura

Luan Polli; Raul Prata, Maidana, Adryelson, Júnior Tavares; Ronaldo Henrique, Betinho, Thiago Neves; Patric, Marquinhos e Dalberto

Últimos cinco jogos – v-d-d-d-v

 

FLAMENGO – Problemas – Rodrigo Caio (machucado), Diego Alves (machucado) – Time provável (4-4-2) – Hugo, Isla, William Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Éverton Ribeiro, Diego, Gérson e Bruno Henrique; De Arrascaeta e Gabriel. Técnico: Rogério Ceni

Últimos cinco jogos – d-d-v-v-d

CURIOSIDADE – Em 1987, o camisa 10 do campeão brasileiro era Zico. Tanto do Sport, quanto do Flamengo.

RETROSPECTO – Com gol de William Arão, em 2018, último encontro, o Flamengo ganhou por 1 x 0 na Ilha do Recife e quebrou uma escrita de dez anos, com três vitórias do Sport e um empate.

PALPITE – Flamengo

ARBITRAGEM – Rafael Traci (SC); Kléber Lúcio Gil (SC), Helton Nunes (SC)

ÁRBITRO DE VÍDEO – Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: