Flamengo bate Coritiba por 2×0 pela Copa do Brasil

Consistente e com um padrão tático muito bem definido, o Flamengo fez mais uma ótima exibição, venceu o Coritiba por 2 a 0, no Maracanã, e segue muito firme na Copa do Brasil. Foi mais uma partida com desfalques de peso… e mais uma partida, a quinta seguida, que o time não levou gol.

Matheuzinho e Bruno Henrique, Flamengo x Coritiba — Foto: André Durão / ge

Há 16 jogos invicto, o time alcança seu grau mais elevado de maturidade na temporada. Mérito para Rogério Ceni. As peças mudam, mas o patamar elevado, tanto na defesa quanto no ataque, é mantido. O lance do segundo gol contra o Coritiba, marcado por Bruno Henrique, foi um símbolo de como o Flamengo tem sido superior a seus adversários.

Ao todo, a jogada durou 53 segundos, com 22 trocas de passes. Renê (4 toques), Vitinho (2 toques), Gomes (5 toques), Arão (2 toques), Matheuzinho (2 toques), Gerson (2 toques), Bruno Henrique (2 toques) e Michael (1 toque) participaram do lance. Apenas Diego Alves, Rodrigo Caio e Muniz não encostaram na bola.

Renê foi lançado na esquerda, a bola foi até a direita, voltou para a esquerda e retornou para a direita até o cruzamento certeiro de Matheuzinho para Bruno Henrique empurrar para o fundo da rede.

O segundo gol foi a cereja do bolo, mas durante todo o jogo o Flamengo foi superior e correu poucos riscos. A equipe contou com boas participações individuais, como Matheuzinho, Vitinho, Gerson… Aliás, apenas Muniz tem motivos para lamentar, já que perdeu chances claras de ampliar o placar.

Ao todo, o Flamengo, que teve 68% de posse de bola, finalizou 22 vezes, contra apenas 3 do adversário.

– A busca pela excelência é constante, mas foram apresentações que nos deixam feliz. Todo time se comportou para defender e essa consciência ajuda. O time atacou muito bem e defendeu muito bem, com todos se doando – disse o técnico Mauricio Souza, que deixa o comando do time novamente com Rogério Ceni, que cumpriu a quarentena da Covid.

Garotada dá suporte e qualidade novamente

Matheuzinho foi o representante da base com mais brilho na vitória sobre o Coritiba, mas outros jogadores ganharam chance. Gomes entrou no intervalo e mostrou segurança e boa técnica. Na reta final, Ryan Luka, Hugo Moura, Max e Yuri entraram, mantiveram o gás do time e fizeram o Flamengo terminar o jogo com seis atletas formados em casa.

Sem as estrelas da Copa América, mas com a confiança lá no alto, o Flamengo volta a campo no próximo sábado, às 21h, para enfrentar o Bragantino, pelo Brasileiro. O sorteio do adversário das oitavas de final da Copa do Brasil acontece na próxima terça-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: