Fiscalização impede festas nas Zonas Norte e Oeste; em nove dias são 9.196 autuações

A Prefeitura do Rio, através da Secretaria de Ordem Pública (Seop),  interrompeu na madrugada deste domingo (04/04) um evento que estava sendo realizado na Estrada dos Bandeirantes, em Vargem Grande, Zona Oeste. Quando a equipe de fiscalização chegou ao local, mais de 100 pessoas estavam presentes, porém, a estrutura da festa era para mais de 500. A casa contava ainda com piscina e camarotes disponíveis para os clientes. O equipamento de som e as bebidas do evento foram apreendidos. O local foi interditado e o responsável pela festa multado.

Além da interdição da festa em Vargem Grande, a Seop impediu, na tarde deste sábado (03/04), a realização de um evento com música ao vivo em um bar localizado na rua dos Diamantes, em Rocha Miranda, Zona Norte. As equipes de fiscalização flagraram a montagem da estrutura da festa, divulgada através das redes sociais. Havia cerca de 50 pessoas no estabelecimento. O bar foi multado e teve produtos apreendidos.

A realização de um evento com música ao vivo em um bar localizado em Rocha Miranda também foi interrompido pela fiscalização – Prefeitura do Rio

Somente no nono dia de fiscalização das medidas de restrição determinadas pelo decreto n° 48.644, a Prefeitura registrou 748 autuações, com 21 estabelecimentos fechados e 95 multas a ambulantes, restaurantes e bares.  Os comboios de fiscalização contaram com agentes da Seop, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e apoio da Polícia Militar, que também atuaram em diversos pontos da cidade como o Centro, Taquara, Tanque, Freguesia, Pechincha, Vila Valqueire, Praça Seca, Lapa, Campinho, Madureira, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Campo Grande, entre outros.

Em nove dias de fiscalização das medidas mais restritivas na cidade, a Prefeitura registrou 9.196 autuações, entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias. No período, foram aplicadas 608 multas a bares, restaurantes e ambulantes, além da interdição de 121 estabelecimentos que descumpriram as determinações.

Os órgãos municipais trabalham para cumprir as determinações contidas no decreto nº 48.644 publicado no Diário Oficial de 22 de março de 2021, que entre outras medidas estabeleceu o fechamento dos serviços não essenciais por dez dias, a partir de sexta-feira, dia 26 de março. Os bares e restaurantes podem funcionar apenas com entregas em domicílio e nos sistemas take away e drive-thru. Além disso, está proibida a permanência na areia das praias, o estacionamento em toda a orla marítima, a entrada de ônibus de fretamento no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: