Fase artilheira na hora certa: Navarro cresce com chegada de He-Man e negociação por novo contrato com o Botafogo

Se a confiança no comando do ataque era pouca antes da Série B, o Botafogo resolveu o problema com a contratação de Rafael Moura. Não apenas pelo acordo com um centroavante experiente, mas pelo efeito que a chegada de He-Man causou em Rafael Navarro. O atacante de 21 anos encontrou a fase artilheira na hora certa e foi titular nos cinco primeiros jogos do Campeonato Brasileiro.

Rafael Navarro é vice-artilheiro da Série B com três gols — Foto: Heber Gomes/AGIF

Sombra para Rafael Moura

A boa fase de Rafael Navarro, vice-artilheiro da Série B com três gols, coincidiu com a negociação e anúncio de Rafael Moura pelo Botafogo. Na primeira parte da temporada, ele havia marcado uma vez em 11 jogos.

Com He-Man na mira do Botafogo, o centroavante tratou logo de marcar o território logo na estreia da segunda divisão, no 1 a 1 com o Vila Nova. Assim que o xará foi apresentado, Navarro anotou nos dois jogos seguintes: vitória sobre o Remo e empate com o Londrina. Em ambos, o jovem foi substituído por Rafael Moura no segundo tempo.

Na derrota para o Náutico, Rafael Navarro participou bem da partida e teve a chance de marcar o quarto gol na competição, mas parou no goleiro Alex Alves. No confronto válido pela quinta rodada, o centroavante ganhou a primeira oportunidade de atuar junto com He-Man, que entrou bem e foi crucial no gol marcado por Felipe Ferreira.

Na temporada, são quatro gols em 16 partidas (nove como titular) e 884 minutos jogados, com um aproveitamento de 52% – seis vitórias, sete empates e três derrotas.

Navarro já se mostrou disposto a aceitar as decisões do clube e a aprender com os companheiros. Depois de ser integrado ao profissional no início de 2020, o entendimento foi que ele não estava totalmente preparado para assumir um papel na equipe. Voltou sem orgulho ao sub-20 e aproveitou a chance para ser novamente cogitado no elenco principal. Depois de nove gols e cinco assistências em 28 jogos, retornou ao Nilton Santos e marcou dois gols na reta final da última temporada.

Com a saída de Matheus Babi para o Athletico-PR, Navarro se tornou a principal opção do Botafogo e agora tem o respaldo para disputar vaga no time com Rafael Moura. A convivência com o veterano é uma oportunidade para o jovem se desenvolver como profissional.

Chegada de Rafael Moura faz bem a Navarro — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Renovação a caminho

A fase artilheira chegou no momento certo não só para fazer sombra a Rafael Moura, mas também por uma valorização interna. Navarro tem contrato com o Botafogo até 31 de dezembro de 2021 e poderia assinar pré-contrato com qualquer equipe a partir deste mês, mas isso não está nos planos, apesar das sondagens de outros clubes.

Na verdade, as conversas pela renovação já tiveram início, e Navarro e Botafogo estão perto de um final feliz. O jogador busca um contrato melhor, com mais benefícios e aumento de salário, e o clube quer segurar o centroavante, que, além do retorno técnico, pode trazer retorno financeiro num futuro breve. O desfecho positivo pode acontecer ainda nesta semana, quando as partes voltam a se falar. Os termos do novo vínculo ainda não foram definidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: