Faperj lança dois editais de fomento à pesquisa no estado

A  Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) lançou os editais Educação Digital Inclusiva (Apoio às Instituições Públicas de Educação Superior) – 2020 e Apoio à conservação da biodiversidade: coleções biológicas do Estado do Rio de Janeiro – 2020. Com a iniciativa, o investimento total na pesquisa fluminense é de R$ 16 milhões. O prazo para a submissão de projetos vai até 19 de novembro.

O programa Educação Digital Inclusiva tem como proposta apoiar a implantação, difusão e expansão da educação mediada por tecnologia, em todos os níveis, por meio de projetos apresentados por pesquisadores com vínculo funcional ou empregatício nas instituições de ensino superior do Estado do Rio de Janeiro, visando à melhoria das práticas de ensino-aprendizagem; produção de conteúdo, metodologias de inclusão digital; infraestrutura de laboratórios e demais ambientes tecnológicos.

Para financiamento do edital os recursos alocados são de até R$ 8 milhões, definidos na programação orçamentária da Faperj, a serem pagos em até duas parcelas, podendo ser incluídos recursos adicionais, a critério da presidência da Fundação, dependendo da disponibilidade orçamentária.

O prazo para a execução de cada projeto é de no máximo 12 meses, contados a partir da liberação dos recursos.

Já o programa de Apoio à conservação da biodiversidade (COLBIO) destina-se a apoiar o financiamento de projetos que visem dar suporte à organização, manutenção, informatização, digitalização, gestão e divulgação das coleções biológicas (microrganismos, zoológicas, botânicas) das instituições sediadas no Estado do Rio de Janeiro, por meio de diversas ações, como por exemplo, melhoria de infraestrutura e promoção de digitalização e informatização de coleções biológicas.

O proponente deve possuir um vínculo empregatício ou estatutário com instituição de ensino e pesquisa sediada no Estado do Rio de Janeiro. Nessa chamada, a Faperj terá R$ 8 milhões em recursos para financiamento podendo ser incluídos recursos adicionais, a critério da presidência da fundação, dependendo da disponibilidade orçamentária.

– Por meio desses dois novos editais, a Faperj segue cumprindo com êxito a sua missão de fomentar a ciência, tecnologia e inovação do Estado. Assegurar a inserção da tecnologia como ferramenta inclusiva é de fundamental importância, principalmente neste momento de pandemia, pois cria ambientes de ensino interdisciplinares e que geram mais motivação aos usuários. Assim como a conservação da biodiversidade também tem sua fundamental relevância e, aliada ao conhecimento científico, torna-se um importante recurso para avançar nesse tema – disse a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Isabel de Castro.

Confira o conteúdo completo dos editais nos links abaixo:

Edital FAPERJ Nº 07/2020 – Programa Educação Digital Inclusiva – Apoio às Instituições Públicas de Educação Superior

Edital FAPERJ Nº 08/2020 – Programa Apoio à conservação da biodiversidade: coleções biológicas do Estado do Rio de Janeiro (COLBIO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: