Família procura por homem desaparecido em Nova Iguaçu

Daniel Prata Dias, de 45 anos, conhecido como Dorinha, está desaparecido desde o dia 3 deste mês/Divulgação

A cada minuto que passa aumenta a angústia da família de Daniel Prata Dias, de 45 anos, conhecido como Dorinha, que está desaparecido desde o dia 3 deste mês, em Nova Iguaçu. Parentes já percorreram as delegacias da região, hospitais e o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, mas sem sucesso.

“Já fui na 52ª DP (Nova Iguaçu), mas não o encontrei. Ele é depende químico e tem outras disfunções psiquiátricas. Tento fazer tudo por ele: tem tudo o que precisa, mas fica pelas ruas como se fosse um mendigo, por opção.  Já foi internado várias vezes, mas nada adiantou. Sumiu em outras ocasiões, mas nunca por tanto tempo”, diz a profissional de estética Claudia Prata, irmã de Daniel.

Segundo ela, o irmão não foi mais visto em locais que costuma frequentar, como a Praça da Liberdade, que fica em frente a estação de trem de Nova Iguaçu, e nas imediações da Paróquia Nossa Senhora de Fátima e São Jorge, onde os amigos disseram não tê-lo mais visto. Daniel tem estatura alta, é magro e não costuma ser agressivo. Quem tiver informações que ajudem a família ou as autoridades a encontrá-lo pode ligar para os seguintes números: (21) 98100-5225 ou 2253-1177 (Disque Denúncia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: