Faculdades privadas registram queda nas matrículas de cursos presenciais

As instituições de ensino superior privado registaram uma diminuição no número de matrículas para cursos presenciais em 2021, segundo dados do Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo), divulgados nesta 3ª feira (8.jun.2021).

Houve uma perda de 350 mil (8,9%) universitários na modalidade presencial e um aumento de 240 mil (9,8%) estudantes em cursos na modalidade EAD (Ensino a distância).

Segundo a projeção, 2021 é o 2º ano consecutivo de quedas de matrículas no ensino superior privado. Mesmo com a diminuição proporcional, as matrículas presenciais são maioria no país, com 71,5% dos alunos matriculados nesta modalidade.

EVASÃO

Os dados também indicam maior taxa de evasão entre alunos que não participam de programas para pagamento da universidade. A taxa de estudantes que não têm Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) ou Prouni (Programa Universidade para Todos) e deixaram as instituições é de 26,2%.

Por outro lado, a taxa de evasão entre alunos que foram contemplados com algum financiamento foi de 6,4%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: