Exposição “Relembrar é Viver” está aberta para visitação em São Pedro da Aldeia

Interessados em conhecer a mostra devem fazer agendamento prévio 
Já está aberta, na Casa de Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, a visitação da primeira exposição artística de 2021 em São Pedro da Aldeia. A mostra “Relembrar é Viver” retrata momentos da história do município por meio de pinturas, levando o visitante a conhecer o passado da cidade, memórias e locais que passaram por transformação ao longo dos anos. Em prevenção à Covid-19, a exposição poderá ser visitada mediante agendamento prévio por telefone ou e-mail. 
A abertura da mostra foi realizada na sexta-feira (10) por meio de videoconferência na página oficial da prefeitura no Facebook. O evento on-line teve a participação dos artistas Flávio Rangel, Dawson Nascimento Silva, além do seu Geraldo, figura icônica da cidade, e do prefeito Fábio do Pastel. “Estamos fazendo a abertura virtual, mas a vontade é que esse espaço estivesse cheio de convidados, com a população aqui prestigiando. Quero agradecer a toda a equipe da Secretaria de Cultura que está fazendo esse trabalho que me deixa muito satisfeito”, disse o prefeito na ocasião. 
A exposição estará aberta de segunda a sexta-feira para grupos de até cinco pessoas, incluindo adultos e crianças com máscaras e mantendo o distanciamento social. O agendamento dos grupos deve ser feito pelo e-mail casadeculturapmspa@gmail.com ou pelo telefone (22) 2625-5167. A exposição pode ser conferida de 9h as 17h. A Casa de Cultura está localizada na Avenida Francisco Pereira, n° 255, próxima à Biblioteca Municipal. 
Segundo o secretário adjunto de Cultura, Thiago Marques, a exposição fará um resgate à memória do município. “Ao passar pelas portas da Casa de Cultura, a primeira pintura será o quadro do patrono da Casa, Gabriel Joaquim dos Santos, criador da Casa da Flor, nosso patrimônio histórico-cultural. A exposição nos convida a admirar os contornos e entornos da nossa cidade, trazendo lembranças de lugares que ficaram apenas na nossa memória ou em fotografias”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: