Exposição em Resende comemora os 119 anos da Ponte Velha

Elementos ficarão expostos no Centro de Memória Historiador Claudionor Rosa até o dia 19 de abril  

Um dos cartões postais de Resende, a Ponte Nilo Peçanha, conhecida como Ponte Velha, celebra 119 anos no dia 16 de abril. Pensando nisso, a Prefeitura de Resende, por meio do Arquivo Histórico Municipal, preparou uma exposição sobre o tema no Centro de Memória Historiador Claudionor Rosa, que funciona no térreo da Casa da Cultura Macedo Miranda.   

Do dia 8 ao dia 19 de abril, das 8h às 12h e das 13h às 17h, o público poderá conhecer um pouco mais sobre a longa história de um dos mais importantes monumentos de Resende.  

De acordo com o Arquivo Histórico Municipal, a exposição visa resgatar a importância histórica da Ponte Nilo Peçanha para o desenvolvimento de Resende, trazendo registros e elementos que fizeram parte de uma trajetória centenária.  

– Convidamos a população a mergulhar nessa história e entender mais sobre o passado e o presente de um monumento cheio de memórias e significado para a população de Resende. Prometemos muita informação através de um resgate feito com muito cuidado e carinho pelo Arquivo Histórico. É importante para todas as idades, com o intuito de preservar a história da nossa cidade – disse o presidente da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Thiago Zaidan.  

Sobre a Ponte  

A Ponte Velha foi construída em estrutura metálica importada da Bélgica e trazida de navio para o Brasil, a Ponte Velha foi inaugurada em 16 de abril de 1905. A construção foi considerada um marco no desenvolvimento de Resende, pôs fim a um verdadeiro drama enfrentado pelos moradores que precisavam atravessar o Rio Paraíba do Sul utilizando as antigas pontes de madeira, que periodicamente eram carregadas pelas enchentes.  

O nome oficial da ponte, Nilo Peçanha, é uma homenagem ao presidente do Brasil na época, que veio a Resende especialmente para a inauguração. De acordo com o diretor do Arquivo Histórico, Ângelo de Paula, a exposição conta com 10 banners que ficarão expostos na extensão da ponte. A ponte foi tombada como patrimônio histórico municipal e estadual pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) e pela Prefeitura de Resende. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *