Estados Unidos criam 559 mil vagas de trabalho em maio

Os Estados Unidos criaram 559 mil empregos em maio, um avanço frente ao mês anterior, quando foram abertos 278 mil postos de trabalho. Os dados foram divulgados nesta 6ª feira (4.jun.2021) pelo Departamento de Trabalho. Eis a íntegra (111 KB).

A taxa de desemprego recuou a 5,8% no período (ante 6,1% em abril). E o salário do trabalhador aumentou novamente, mas em um ritmo mais lento (alta de 0,50% no mês).

O número de pessoas desempregadas há muito tempo (mais de 26 semanas) caiu 431 mil, para 3,8 milhões. Foi a maior queda no número de desempregados de longa duração desde 2011.

Para o secretário de Trabalho dos EUA, Marty Walsh, o resultado positivo mostra uma melhoria do mercado de trabalho à medida que mais pessoas são vacinadas contra a covid-19 e em que há arrefecimento da pandemia.

Walsh afirmou que a política econômica do presidente Joe Biden está funcionando, mas ainda há um longo caminho pela frente.

A abertura de vagas, no entanto, veio abaixo das estimativas dos economistas consultados pela Reuters, que previam a abertura de 671 mil vagas. Na avaliação de parte do mercado, o dado reforça que o Fed (o banco central dos Estados Unidos) irá manter os estímulos econômicos por mais tempo, o que ajudou o mercado acionário a subir ao longo do dia.

O secretário de Trabalho disse estar monitorando a inflação bem de perto. Diz ainda que as negociações do pacote de infraestrutura têm acontecido de forma fluida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: