Escolhida pelo Butantan, Serrana, SP, abre cadastro de moradores para vacinação em massa

Primeira cidade do Brasil que deverá ter a população maior de 18 anos vacinada em massa contra a Covid-19, Serrana, no interior de São Paulo, começa nesta quinta-feira (11) a cadastrar os moradores que receberão a vacina. Serão usadas doses da CoronaVac, imunizante produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

A vacinação no município, que fica a 315 quilômetros de São Paulo e a 26 quilômetros de Ribeirão Preto (SP), está prevista para começar em 17 de fevereiro.

O anúncio do projeto elevou a procura por imóveis de pessoas interessadas em se mudar para a cidade com o objetivo de conseguir a vacina destinada ao estudo. Mas, justamente para evitar que isso aconteça, Serrana já havia sido mapeada por meio de um censo em parceria com o Instituto Butantan, o Hospital Estadual e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU).

Serrana, SP, na região de Ribeirão Preto, participa de estudo do Instituto Butantan sobre a CoronaVac — Foto: Reprodução/EPTV

Serrana, SP, na região de Ribeirão Preto, participa de estudo do Instituto Butantan sobre a CoronaVac — Foto: Reprodução/EPTV

Segundo o Butantan, o objetivo é imunizar 30 mil voluntários entre os 45.644 moradores. Os lotes da vacina são exclusivos para o estudo e o uso deles não interfere na distribuição para as outras cidades, de acordo com o instituto.

“É importante que seja o máximo de pessoas possível e que sejam pessoas da cidade mesmo”, afirma a médica infectologista Natasha Nicos Ferreira, integrante da equipe responsável pelo estudo.

Até quarta-feira (10), de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, Serrana somava 2.401 casos de Covid-19 e 57 mortes por complicações da doença. O primeiro caso foi registrado em 3 de abril e o primeiro óbito em 22 de abril.

Como pertence à Diretoria Regional de Saúde 13, a cidade está na fase laranja do Plano São Paulo, programa do governo estadual que estabelece regras para a retomada econômica diante do enfrentamento à pandemia. Nesta etapa, podem funcionar comércio, restaurantes, salões de beleza, academias.

Dados sobre Serrana e a Covid-19 no município

Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam os seguintes números:

  • População do município: 45.644
  • Casos suspeitos: 8.497
  • Casos confirmados: 2.401
  • Mortes: 57
  • Casos descartados: 6.085

Por que Serrana terá vacinação em massa?

No ano passado, a cidade realizou um inquérito sorológico, coordenado pela Prefeitura, para saber a prevalência do novo coronavírus na população. A segunda fase desse inquérito estimou que 10,6% dos 160 voluntários tinham sido infectados pelo novo coronavírus e que 2,5% estavam com a doença ativa, ou seja, em condições de transmitir para outras pessoas. O resultado chamou a atenção de pesquisadores.

No domingo (7), ao anunciar a escolha da cidade para o estudo inédito sobre a vacina, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que o município tem cerca de 10 mil habitantes que se deslocam diariamente pela região por conta de trabalho, o que pode favorecer a propagação do novo coronavírus.

Além disso, Serrana fica próximo a Ribeirão Preto, importante polo de saúde do país, que fornece estrutura de apoio para a pesquisa.

De acordo com o diretor do Hospital Estadual de Serrana e coordenador da pesquisa, Marcos Borges, as análises da CoronaVac realizadas até agora avaliaram a eficácia dela. Agora, os cientistas vão estudar como ela se comporta no meio em que foi distribuída.

“Esse estudo vai avaliar qual o efeito da vacinação no bloqueio da pandemia. Se ela reduz casos graves, mortalidade, transmissão, então é um estudo no mundo real, por isso é muito importante.”

Quem deve fazer o cadastro?

Todos os moradores com mais de 18 anos de idade, exceto gestantes e lactantes. Quem já respondeu ao Censo Saúde já foi cadastrado automaticamente. Os idosos podem optar em participar do projeto ou seguir o calendário do Plano Nacional de Imunização – estes não serão computados no estudo.

De acordo com a secretária de Saúde Leila Gusmão, em 2020, antes mesmo do anúncio oficial, a cidade já havia sido mapeada por meio de um censo realizado em parceira com o Instituto Butantan, o Hospital Estadual e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU).

O mapeamento foi feito para evitar que moradores de municípios vizinhos se mudassem para Serrana com o objetivo de conseguirem a vacina destinada ao estudo.

Onde o cadastro pode ser feito?

O atendimento será feito nesta quinta-feira e na sexta-feira (12), das 14h às 20h30, no sábado (13) e no domingo (14), das 8h às 15h30, em um dos postos abaixo.

  • Escola Jardim das Rosas: Rua Joaquim Santos, 890
  • Escola Neusa Maria do Bem: Rua Benedito, 87, Jardim das Rosas II
  • Escola Dilce Jorge Gonçalves Netto França: Rua Jorge L. Registro, 176, Jardim Mariana
  • Escola Edésio Monteiro de Oliveira: Rua Roraima, 92, Jardim Bela Vista
  • Escola Paulo Sérgio Betarello: Rua Santos Cruz, 1801, Jardim Cristina
  • Escola Maria Celina Walter de Assis: Rua Antônio Honório Ribeiro, 895, Centro
  • Escola Deputado José Costa: Rua dos Estudantes, 180, Centro
  • Escola Jardim Dom Pedro I: Avenida Arsênio R. Martins, 151, Jardim Dom Pedro I

O que é preciso levar?

É necessário apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome do morador.

Quando começa a vacinação e como será feita?

As doses serão aplicadas através de um sistema de organização que separa as regiões da cidade por quatro cores.

  • 1ª região (verde): de 17 a 20 de fevereiro;
  • 2ª região (amarelo): de 24 a 27 de fevereiro;
  • 3ª região (cinza): de 3 a 6 de março;
  • 4ª região (azul): de 10 a 13 de março.

A segunda dose começará a ser aplicada entre o 21º e o 30º dia após a primeira.

Como saber o local e a data da minha vacinação?

Após o cadastro, é necessário procurar as unidades básicas de saúde (UBS) ou unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), a Prefeitura, o Serviço Social ou as escolas que funcionam como postos de vacinação para se informar sobre a cor correspondente ao endereço residencial, o local e o dia de receber a vacina.

Quem não pode receber a vacina?

  • Mulheres grávidas ou que estão amamentando;
  • Pessoas que tiverem febre nas últimas 72 horas antes da vacinação;
  • Pessoas com comorbidades que não sejam acompanhadas por médicos.

Quem teve Covid-19 pode se vacinar?

Após o período de transmissão da doença, a vacinação está liberada. Dúvidas referentes a outras enfermidades devem ser sanadas diretamente com o médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: