Erros e irregularidade: Victor Luis não consegue repetir sucesso de primeira passagem pelo Botafogo

O anúncio da volta de Victor Luis ao Botafogo, em julho deste ano, foi muito comemorado pela torcida alvinegra, que ainda tinha fresco na memória o bom período vivido pelo lateral-esquerdo no clube em 2016 e 2017. Passados cinco meses, o jogador ainda não correspondeu às expectativas e convive com atuações irregulares, o que é reflexo também da baixa produtividade coletiva do time.

Ao ge, o comentarista Raphael Rezende avaliou a segunda passagem sem brilho do lateral. Para ele, o estilo de jogo atual não favorece Victor Luis, que se encaixou muito melhor na proposta de Jair Ventura, técnico da primeira passagem há quatro anos.

– Acho que o modelo do Jair era ideal pra ele. Protegido defensivamente, linha baixa, em vários momentos com um segundo lateral dobrando no setor (Diogo Barbosa). Os ataques não eram construídos, era muita transição e definição rápida. Ele é um lateral de força, basicamente – analisou Raphael.

Já a comentarista Renata Mendonça acredita que não dá para falar de desempenho individual dos jogadores do Botafogo sem considerar o contexto que o clube vive neste ano e o “planejamento desastroso” feito para a temporada.

– Victor Luis poderia dar mais do que está dando. Cometeu erros defensivos bobos. Desperdiçou um pênalti que fez falta contra o Ceará. Mas é um jogador que carrega uma pressão absurda. Aliás, todo o elenco carrega uma pressão muito maior do que deveria carregar, já que os erros de planejamento da diretoria contribuíram (e muito) para os resultados que não vieram dentro de campo.

– Imagino que, se o momento fosse outro, se não estivesse tão pressionado, Victor Luis renderia muito mais. Assim como outros jogadores do elenco, ele demonstra insegurança em campo. E isso é ainda mais complicado por saber que é um dos líderes ali, um dos caras que teria que “resolver” numa situação tão difícil – avaliou a comentarista.

Victor Luis ainda não conseguiu repetir sucesso da primeira passagem pelo Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

Volta promissora

Ao acertar o empréstimo de Victor Luis do Palmeiras, o Botafogo esperava solucionar o problema da irregularidade da lateral esquerda na temporada. Danilo Barcelos não vinha bem e acabou liberado para o Fluminense, enquanto Guilherme Santos estava sendo utilizado em outras posições e acabou prejudicado por duas lesões. Terceira opção, Lucas Barros está fora até 2021 após passar por cirurgia no joelho esquerdo.

No Botafogo Victor Luis teve o grande destaque no futebol nacional, em 2016 e 2017. Conseguiu 83 jogos, dois gols e a vontade do Palmeiras de contar com ele no elenco principal, o que aconteceu nos dois anos seguintes e onde foi campeão brasileiro em 2018. A memória afetiva fez o lateral, que não estava sendo aproveitado no time paulista, ter vontade de voltar ao Rio de Janeiro neste ano.

– Quero entrar no campeonato para ser vencedor, passo isso para os meus companheiros. Com os pés no chão, respeitando o adversário, a gente tem que dar o nosso melhor para chegar onde tanto desejamos. Queremos conquistar algo este ano – disse Victor Luis em entrevista ao ge em agosto.

O desejo de conquistar algo deu lugar a outra necessidade: evitar o rebaixamento. Após ser eliminado da Copa do Brasil, o Botafogo não conseguiu se firmar no Brasileirão e está atualmente na lanterna, com 20 pontos em 25 jogos.

Erros e irregularidade

Após 23 jogos pelo Botafogo em 2020, Victor Luis está longe de recuperar a boa fase de três anos atrás. Mas a avaliação da segunda passagem do lateral pelo Botafogo tem que ser feita dentro do contexto conturbado que toda a equipe vive, e o desempenho abaixo do esperado do jogador de 27 anos está dentro do que seus companheiros apresentaram até aqui.

De acordo com avaliações feitas pelo ge ao final de cada partida, a nota média das atuações de Victor Luis está em 5,55 em 19 jogos do Brasileirão. Levando em conta apenas os quatro jogos que participou pela Copa do Brasil, a média sobe para 5,75. Abaixo do que o ge considera regular, que seria a partir de 6 pontos.

Com Victor Luis, o Botafogo fez 23 jogos em 2020: três vitórias, dez empates e dez derrotas – aproveitamento de 27,5%. O lateral marcou dois gols, ambos de pênalti.

Além da irregularidade, a segunda passagem de Victor Luis pelo Botafogo tem cirurgia, 100 jogos completados, cobrança pública, pênalti perdido e expulsão.

No dia 18 de agosto, menos de um mês após seu retorno ao Botafogo, Victor Luis foi submetido a uma cirurgia para retirada do apêndice. A recuperação ocorreu dentro do tempo esperado e, no dia 8 de setembro, o lateral voltou a ser relacionado.

A postura do Botafogo na derrota por 1 a 0 para o Cuiabá em casa, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, deixou o lateral insatisfeito, o que foi levado a público em entrevista após a partida. Na ocasião, Victor Luis completava 100 jogos com a camisa alvinegra.

– Temos que ter mais atenção, temos que abrir o olho. A gente espera as coisas acontecerem para acordar. Temos que ter mais cabeça, mais responsabilidade. Temos que saber o peso da camisa que a gente está vestindo – afirmou Victor após o jogo.

Quatro dias depois, o atleta protagonizou o seu pior momento pelo Botafogo em 2020. No empate em 2 a 2 com o Ceará, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, Victor Luis desperdiçou pênalti que poderia dar a vitória ao time no Nilton Santos. Ele não fugiu da responsabilidade.

– Tive a possibilidade de ter a vitória em meus pés e eu assumo totalmente o empate.

Foi a pior atuação do lateral desde a volta ao Botafogo. Junto da derrota por 1 a 0 para o Flamengo em casa, quando Victor foi expulso por falta dura em Rodrigo Muniz.

Depois de não ir bem também contra o Internacional, no último sábado, o lateral-esquerdo trabalha para recuperar as boas atuações e ajudar o Botafogo no momento em que o time mais precisa. O time é o lanterna do campeonato e está oito pontos enterrado na zona de rebaixamento. O próximo jogo é contra o Coritiba, fora de casa, no sábado, pela 26ª rodada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito