Em Tóquio, presidente do COI diz que Jogos precisam ser seguros ‘para o povo chinês’ e se corrige

Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), cometeu uma gafe nesta terça-feira (13) em Tóquio: ao falar que a meta da organização é que os Jogos Olímpicos sejam seguros, disse que isso deve ser para todos, especialmente “o povo chinês”. Logo em seguida ele se corrigiu e disse “povo japonês”.

“Nossa meta em comum são Jogos seguros para todos, para os atletas, para a delegação e, o mais importante, também para o povo chinês… povo japonês”, afirmou Bach.

O presidente do COI está em Tóquio para acompanhar as Olimpíadas e tem um encontro com o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, na quarta-feira (14).

LEIA TAMBÉM

Na sexta-feira (16), ele deve visitar a cidade de Hiroshima, a primeira cidade que sofreu um ataque de bomba atômica, durante a Segunda Guerra Mundial.

Nagasaki, a segunda cidade que foi atacada por uma bomba nuclear, também deve receber a visita de um diretor do COI.

Thomas Bach, presidente do COI — Foto: Divulgação

Tóquio 2020 em 2021

Os Jogos de Tóquio 2020 acontecem neste ano porque em 2020 foram adiados devido à pandemia.

Os eventos vão acontecer em uma região onde foi decretado estado de emergência, que dura até o dia 22 de agosto. A abertura das Olimpíadas será no dia 23.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: