Em debate, Haddad pede “compromisso” de Alckmin para o 2º turno

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT-SP) participaram de um debate virtual, promovido pelo movimento Política Viva e pela Escola Comum, que capacita lideranças em periferias, na noite dessa 3ª feira (25.mai.2021).

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, Haddad pediu compromisso de Alckmin para que não se repita a situação das eleições presidenciais de 2018, quando o petista foi ao 2º turno sem o apoio de antigos adversários.

“Penso que devemos fazer um compromisso de 2º turno também. O compromisso de 1º [turno] é nos apresentar de forma civilizada e transparente. O compromisso de 2º é com a democracia, com as instituições, com o respeito, com a dignidade humana”, afirmou Haddad.

Alckmin, no entanto, ignorou o aceno, disse que não há como falar em 2º turno e que atuará por uma alternativa em 2022: “O PSDB terá candidato próprio. Nós trabalharemos pela 3ª via. Temos divergências tanto em relação ao [presidente Jair] Bolsonaro quanto ao PT. Vamos acreditar e estar lá no 2º turno com a 3ª via”.

Em 2018, Haddad e Alckmin foram adversários na campanha presidencial. Alckmin ficou em 4º lugar e não declarou seu voto no 2º turno, disputado por Haddad e Bolsonaro, que foi eleito.

Os políticos também comentaram o encontro entre os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que foi realizado na última 6ª feira (21.mai). De acordo com publicação feita no perfil de Twitter de Lula, ele e FHC discutiram a “democracia, e o descaso do governo Bolsonaro no enfrentamento da pandemia”. 

Haddad disse considerar o gesto de FHC importante. Já Alckmin falou que foi um encontro natural e que não significa uma adesão a uma candidatura presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: